BRASIL

XONOFOBIA » Vítima recebe homenagem no Rio

Publicação: 14/09/2017 03:00

Após sofrer um ato de xenofobia enquanto vendia salgados em Copacabana em julho, o sírio Mohamed Ali Kenawy recebeu uma grande onda de acolhimento e solidariedade, virando símbolo da capacidade do brasileiro de receber bem o imigrante ou refugiado. “Minha vida mudou completamente, sou reconhecido, sou quase famoso, o povo brasileiro é muito carinhoso e aqui é a minha casa”, disse ele ao receber ontem o título de Cidadão Fluminense em sessão solene na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Nascido na Síria mas crescido no Egito, ele diz que está há três anos no Brasil, para onde decidiu vir por causa das disputas com o Estado Islâmico no Egito.

Kenawy era chef de cozinha e trabalhou alguns meses em restaurantes no Brasil, antes de decidir vender comida nas ruas. Sobre a agressão, ele diz que nunca tinha passado por isso antes. Após o ato de xenofobia, ele não considera que os brasileiros sejam pessoas más, mas que existem indivíduos maus em qualquer país.

“Ele quebrou meu carro, mas carros podem ser consertados. Três dias depois apareceu um monte de pessoas no ponto onde eu vendia. Todos sabiam da minha história”, afirmou. (Agência Brasil)