BRASIL

INCêNDIO NA CRECHE » Comoção na missa de sétimo dia

Publicação: 12/10/2017 03:00

Cerca de 200 pessoas compareceram, na manhã de ontem, à missa de sétimo dia em homenagem às vítimas do incêndio na creche Gente Inocente, em Janaúba, cidade do norte de Minas Gerais. A cerimônia foi realizada em frente ao Hospital Regional da cidade, unidade que prestou o primeiro atendimento às vítimas da tragédia que deixou 11 mortos até o momento – sendo nove crianças, de 4 a 6 anos, além da professora Heley de Abreu, de 43, que lutou com o agressor, e do vigia Damião Soares dos Santos, de 50, autor do crime. A missa durou cerca de uma hora e meia em clima de forte comoção. No fim da celebração, funcionárias da creche, bastante emocionadas, trouxeram bexigas brancas para o púlpito improvisado. O padre segurou os balões e os soltou, um de cada vez, dizendo o nome das crianças e da professora. “Quando meu filho estava internado  eu queria acariciar o seu rosto, seu corpo, mas ele estava num estado que isso não era possível”, afirmou Valdirene Santos, mãe do menino Matheus Felipe Rocha dos Santos, que teve a morte confirmada na última segunda-feira.