ECONOMIA

CRéDITO » Compesa tem nota rebaixada

Publicação: 13/09/2017 03:00

A agência de classificação de risco Standard and Poors rebaixou a nota de crédito da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) de A para A-, de acordo com comunicado à imprensa datado de 18 de agosto passado. O rebaixamento foi informado e debatido pela deputada estadual Priscila Krause (DEM) ontem no plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco. Ela diz que o fato chama mais atenção para a necessidade de o governo de Pernambuco, controlador da Compesa, mudar o rumo da relação perante a Companhia. Uma das estratégias do governo para encarar a crise financeira foi deixar de pagar as contas de água. Até janeiro, o montante de faturas em aberto de taxa de água e esgoto de prédios públicos estaduais somava R$ 62 milhões.

“Nós estamos falando de uma relação que passou a ser muito conturbada desde o início deste atual governo, porque é uma relação resumida, por um lado, entre cliente e prestador de serviço, e do outro, controlador e empresa subordinada. Se o governo não trata isso de forma separada, passa a influenciar negativamente o balanço contábil da empresa, que é o que ocorre”, resumiu Priscila.  A Compesa informou que o governo de Pernambuco já voltou a pagar as contas e que a companhia já recebeu R$ 30 milhões do valor em aberto. Além disso, esclareceu que, nas condições atuais do Brasil, ter um nota rating A- é excelente, pontuação que poucas empresas têm.