ECONOMIA

Diario econômico

Rochelli Dantas - interina
rochelli.dantas@diariodepernambuco.com.br
diariodepernambuco.com.br

Publicação: 14/09/2017 03:00

O olhar de Suape

O investimento em infraestrutura é a carta na manga do Complexo Industrial Portuário de Suape para que os projetos em funcionamento no local não se tornem obsoletos. Segundo o presidente do complexo, Marcos Batista, é avançando nesta área que os parques fabris possam seguir e novos empreendimentos sejam captados. “Não somos uma ilha. Estamos atravessando a tempestade e sempre em busca de oportunidades”, disse. O projeto mais emblemático neste sentido é o segundo terminal de contêineres (Tecon 2), que vai ampliar a capacidade de movimentação dos atuais 700 mil TEUs para 1,7 milhão de TEUs. O documento encontra-se na fase de revisão dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e deve estar no mercado no primeiro semestre de 2018. Um investimento que deve alcançar R$ 1,2 bilhão. O grande problema é que Suape ainda aguarda a devolução da autonomia por parte do governo federal. Isso limita os avanços. No próximo mês, o EVTEA do terminal será concluído e indicará a melhor forma de arrendamento da área. Muitos já são os investidores interessados, mas, sem autonomia, o projeto voltará para as gavetas dos órgãos federais, como acontece desde 2013, quando entrou em vigor a Lei dos Portos. A promessa é a assinatura de um decreto que autorize a retomada de autonomia de Suape. Mas a solenidade já foi adiada pelo menos três vezes pelo presidente Michel Temer. O fato é que, atualmente, o presidente está muito mais preocupado com os problemas políticos. As prioridades estaduais ficaram de lado. O que se espera é que, mesmo sem autonomia, os projetos avancem. Se as privatizações e arrendamentos de áreas se tornaram uma marca na gestão do presidente Michel Temer, que seja assim com os projetos portuários. Que mesmo sem autonomia haja prioridade nos avanços desses projetos.

“Há de ser melhor”
O presidente da Aspa, José Luiz Torres, se diz otimista com o crescimento do setor atacadista neste segundo semestre. Segundo o executivo, um dos sinais são os bancos, que andavam sumidos e agora voltaram a procurar os empresários oferecendo recursos para investimento. O otimismo também está baseado na queda dos juros e na estabilização do desemprego. A expectativa é de que o setor cresça 5%.

Novos negócios
A prova de que os bancos voltaram a prospectar negócios é a presença, pela primeira vez,  do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) na Supermix. A instituição irá oferecer o chamado BNB Giro Digital, voltado para varejistas e distribuidores. A participação da instituição  toma como base o período do ano conhecido pelos bancários de “BR OBRO”, que é a partir de setembro e quando os negócios crescem ao menos 30%.

Cúpula milionária
O Shopping Guararapes está investindo pesado no projeto de restruturação do centro de compras. Na reta final de 2017 está aportando cerca de R$ 4 milhões para troca das cúpulas das praças de eventos e de alimentação. Este é o primeiro investimento de uma série de melhorias para comemoração dos 25 anos do mall em 2018.

Turismo mapeado
A Agência Condepe-Fidem está mapeando o turismo pernambucano. A ideia é publicar um estudo específico sobre a participação do setor na economia do estado dentro da ótica da representatividade do segmento no PIB. Uma equipe de contas regionais da entidade vai participar nos próximos dias de reunião na sede do IBGE, no Rio de Janeiro, para, entre outros temas, discutir o trabalho.

Tudo online
Pedir comida em casa pelos aplicativos caiu mesmo na graça dos brasileiros. Os aplicativos de delivery estão presentes nos tablets e smartphones de 36% dos internautas brasileiros, segundo levantamento do CONectaí Express. Vale destacar que ainda há muita oportunidade no segmento, já que dois terços dos internautas ainda não utilizam o serviço.

Relações internacionais
O cônsul da Eslovênia em Pernambuco, Rainier Michael, vai ser o convidado especial da Semana de Administração da UniFG. Ele vai falar sobre “Relações internacionais em um mundo em transformação”. O encontro acontece hoje, às 19h30, no campus Piedade.