ECONOMIA

Comércio espera gerar empregos Novo presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas anuncia prioridades e afirma que tem expectativa de uma retomada do mercado em 2018

VITOR NASCIMENTO
especial para o Diario
vitor.nascimento@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 07/12/2017 03:00

O empresário do ramo de tecidos e plásticos, Cid Lobo Mendonça, assumirá, em janeiro, a presidência da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL) com três prioridades: a manutenção de um “relacionamento sustentável” com os shoppings, a busca por melhoria no comércio do Centro e o incentivo a ações como o Liquida Recife. “Embora este ano esteja sendo um ano sofrido em relação à economia, a expectativa é de que em 2018 haja uma retomada gradual de mercado, inclusive com geração de empregos. Diante disso, o que nos resta é arregaçar as mangas, trabalhar e somar forças para um comércio mais forte e criativo”, disse.

Para Mendonça, mesmo em um cenário de dificuldades, é importante estar em contato direto com os órgãos públicos para se buscar melhorias para o chamado “centro expandido”, que abrange os bairros de São José, Santo Antônio e Boa Vista. “Esse contato visa buscar medidas que melhorem a segurança, mobilidade e o controle urbanístico”, afirmou.

Cid Mendonça substituirá o empresário Eduardo Catão, que assumirá a presidência da Federação das CDLs de Pernambuco (FCDL) e para quem é urgente manter o foco na superação da crise por que passa o país. “Estivemos presentes em ações que foram desenvolvidas em todo o estado. Além disso, o Liquida Recife e os feirões de recuperação de crédito ajudaram o comércio em um período turbulento”, disse. Catão acredita que o maior desafio a ser vencido será o de consolidar ainda mais o movimento no interior do estado. “Iremos pregar a união. Trazer os lojistas de Pernambuco mais para perto, tendo reuniões e ações em todos os municípios que tenham as suas câmaras”.

A cerimônia de posse de Mendonça e Catão foi realizada ontem em um restaurante na Zona Sul do Recife. Eles comandarão as entidades no triênio 2018-2020. Mendonça é atualmente vice-presidente do CDL. Catão substiruirá o lojista Adjar Soares e também assumirá a vice-presidência da Confederação Nacional Dirigentes Lojistas. “Fizemos, durante o nosso período à frente da federação, um trabalho em conjunto com todas as 62 CDLs cadastradas, promovendo treinamentos, ações intinerantes, estimulando as feiras de negócios e muitas outras atividades”, destacou Soares.