ECONOMIA

Fábrica de envase de vitaminas naturais Empresa pernambucana está disposta a investir cerca de R$ 10 milhões

SÁVIO GABRIEL
savio.gabriel@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 13/01/2018 03:00

A Distribuidora de Vitaminas Naturais (Divina), empresa pernambucana que há mais de 20 anos tem parceria com o grupo norte-americano NBTY para a distribuição exclusiva de produtos da marca Sundown Naturals em todo o Brasil, tem projeto de construção de uma fábrica no polo farmacoquímico do estado, em Goiana. Orçada inicialmente em R$ 10 milhões, a proposta está em caráter embrionário e a empresa está discutindo os detalhes junto ao governo do estado.

A ideia inicial é de que a planta seja instalada num terreno de cinco hectares, já cedido pelo Executivo estadual, em frente à área onde está sendo erguida a Empresa Brasileira de Hemoderivados e Tecnologia (Hemobras). Conforme explica João Marinho, CEO da Divina, o empreendimento será destinado exclusivamente para o envase das vitaminas, atualmente importadas via Porto de Suape. “O investimento da fábrica é nosso, mas precisamos da parceria da NBTY para o projeto seguir em frente”, diz, explicando que é preciso autorização do grupo norte-americano para importar as vitaminas à granel e finalizar o envase em solo brasileiro.

“A nossa ideia é fazer uma linha de acabamento igual a que eles têm nos Estados Unidos. Para isso, pretendemos adquirir máquinas vindas do Canadá, automatizadas, que possuem o mesmo padrão de qualidade já utilizado no exterior”, explica Marinho.

Financiamento
Para comprar o maquinário, o empresário deve recorrer a um financiamento junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Caso o projeto da fábrica saia do papel, a capacidade de distribuição da Divina deve ser ampliada: atualmente, a empresa importa cerca de 70 mil frascos todos os meses, e a capacidade do empreendimento será de envasar 100 mil.

No que diz respeito à geração de empregos, a fábrica em Goiana deve abrir cerca de 25 postos de trabalho. “Não é uma quantidade grande porque é uma planta totalmente automatizada”, justifica Marinho. Atualmente, a Divina possui cerca de 130 funcionários que trabalham na sede, no Recife, e em um escritório comercial na cidade de São Paulo. A empresa tem um Centro de Distribuição na capital pernambucana com capacidade de armazenar até 800 mil frascos.

A planta em Goiana pode embalar não somente produtos da Sundown Naturals, mas de outras marcas do grupo NBTY. Em abril, representantes da Divina vão se reunir com os executivos estadunidenses para apresentar o plano de negócios. A ideia é que o grupo pernambucano passe a importar e distribuir, também de maneira exclusiva, produtos de outras marcas da multinacional (atualmente a NBTY tem 19 marcas). “Somos distribuidores exclusivos da NBTY desde 1991 e queremos continuar com essa parceria”, diz.