ECONOMIA

COMBUSTíVEL » Prisões por suspeita de cartel em postos

Publicação: 16/05/2018 08:30

Três pessoas foram presas sob suspeita de envolvimento com cartel de combustíveis na Região Metropolitana do Recife. Os suspeitos são integrantes do Sindicato dos Donos de Postos de Combustíveis de Pernambuco, segundo a Polícia Civil e, teriam cometido crime contra a ordem econômica, manipulando os preços de gasolina, álcool e diesel nas bombas. Os presos foram encaminhados à sede do Grupo de Operações Especiais (GOE), no bairro do Cordeiro, e tiveram decretada a prisão preventiva. Foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão e dez em residências de suspeitos dentro da operação, batizada de Funil, e realizada pela Polícia Civil.

Segundo o delegado Nelson Souto, gerente operacional das Delegacias Especializadas, a polícia investiga ainda se a prática criminosa vinha sendo cometida por outros integrantes do sindicato, inclusive o presidente e empresários do setor. “Fomos surpreendidos com a participação desses três funcionários do sindicato, justamente um órgão para regulamentar a venda de combustíveis, mas que estava cometendo a prática de alinhamento de preços junto aos postos de gasolina. Estamos coletando mais informações que servirão de lastro probatório para definir a participação de cada um dos envolvidos no esquema”, disse o delegado Nelson Souto.

As investigações que resultaram na Operação Funil teve início há 11 meses pela Delegacia de Crimes contra a Ordem Tributária (Decot).