POLÍTICA

Novas concessões não seriam impossíveis

Publicação: 21/04/2017 03:00

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou não ser impossível que ocorram novas concessões do governo para a aprovação da reforma da Previdência “Mas fica mais difícil”, segundo ele, depois da versão do relator da proposta na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA). “Será mais difícil modificações na proposta no plenário da Câmara”, disse. “Momento de pedir mudanças à proposta da reforma da Previdência é antes do relatório, não depois.”

Segundo o ministro, quando a comissão especial da Câmara votar o relatório do deputado Arthur Maia, será mais uma demonstração de que os poderes do país atuam plenamente. “E isto mostrará também que as instituições no Brasil estão funcionando”, afirmou. (Agência Estado)