POLÍTICA

Paulo sai em defesa de Jarbas e Raul

Cláudia Eloi
claudia.eloi@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 14/09/2017 03:00

De estilo reservado, o governador Paulo Câmara (PSB) decidiu elevar um pouco o tom para defender, pela primeira vez, o presidente estadual do PMDB e vice-governador Raul Henry, e o deputado federal Jarbas Vasconcelos do processo de isolamento e ameaça concreta de perderem o comando do PMDB no estado com a chegada do senador Fernando Bezerra Coelho (ex-PSB) no partido.

“Quero dizer de minha solidariedade com todos que fazem o PMDB de Pernambuco. Seja Raul, Jarbas e com todos que contribuíram para que o PMDB de Pernambuco fosse uma referência nacional, um partido sério, que tem pessoas comprometidas com o estado. Temos que ressaltar o trabalho de Jarbas, de Raul e de todos que fazem o PMDB de Pernambuco”, afirmou o socialista.

O governador também se posicionou sobre a especulação em torno da expulsão do ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Filho (PSB), que votou contra a orientação do PSB na primeira denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção e a favor das reformas. “Em relação ao PSB, essa é uma discussão que o partido terá que ter mais na frente. A gente tem a oportunidade de discutir isso dentro do partido, com muita serenidade, num processo transparente que o partido vai fazer. A executiva nacional vai deliberar sobre os rumos em relação a isso”, garantiu.