POLÍTICA

Diario político

Marisa Gibson

Publicação: 07/12/2017 03:00

Penúltimo lance

Quem dá mais? Num momento crucial em que o Governo Temer precisa desesperadamente de votos para aprovar a Reforma da Previdência, o deputado federal Jarbas Vasconcelos (PMDB), que votou pela admissibilidade das denúncias contra Michel Temer, encontrou-se ontem com o presidente, em Brasília. Foi  em busca de apoio para a disputa que trava com o senador Fernando Bezerra Coelho, pelo comando do PMDB em Pernambuco. Esse imbróglio patrocinado pelo presidente nacional do PMDB, o senador Romero Jucá, está sub-judice, e pasmem: Temer disse a Jarbas e a Raul Henry, vice-governador e presidente estadual do PMDB, também presente ao encontro, que não sabia que havia um movimento para tirá-los do controle do partido no estado. A visita de Jarbas, que votará a favor da Reforma da Previdência, foi oportuna para os dois lados. É fato que Jarbas já havia declarado há algum tempo ser favorável à mudanças na Previdência mas essa visita de ontem, também num momento crucial para o deputado pernambucano, passa a ser um trunfo para o Planalto – Jarbas, que votou pela denúncia contra Temer, pede apoio ao presidente, e é a favor da reforma. Isso não é uma maravilha? Pois é. Temer e Jarbas não são amadores na política. Para alcançar seus objetivos, eles correm riscos terríveis, mas calculados. Agora, a  meta de Jarbas é manter o PMDB estadual sob o seu poder e, a de Temer, aprovar a Reforma da Previdência. Por isso, eles vendem a alma ao diabo. No dia 17, a convenção do PMDB deve colocar um fim à disputa no partido, enquanto a votação da Reforma da Previdência está programada para o dia 12. Vamos verTemer por quem é.

Pernambuco quer mudar
Num jantar no apartamento do ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), em Brasília, terça-feira, os senadores Armando Monteiro Neto (PTB) e Fernando Bezerra Coelho (PMDB), o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (sem partido), e o deputado federal Bruno Araújo (PSDB) bateram o martelo na denominação da frente de oposição ao governo Paulo Câmara – Pernambuco Quer Mudar –, que será lançada oficialmente no encontro de segunda-feira.

Críticas
Durante o evento que acontecerá na Arcádia do Paço Alfândega, será divulgado documento com críticas  à gestão Paulo Câmara, com ênfase na segurança pública, na infraestrutura e na saúde. Os oposicionistas estão mobilizando correligionários em todo o estado para comparecerem ao ato político.

Propaganda...
Nas inserções do PP, o deputado federal Eduardo da Fonte, tendo como imagem a capa de uma carteira de trabalho, afirma que o seu partido, na votação da reforma trabalhista, votou majoritariamente a favor do trabalhador.

...enganosa
A rigor, dos 43 deputados, 34 votaram a favor da reforma trabalhista e apenas nove foram contra. Em sua grande maioria,os trabalhadores se posicionaram contrários à reforma.

Saia justa
A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia enfrenta uma situação desagradável. O deputado Rogério Leão, do PR, apresentou projeto, em análise na comissão, denominando o Aeroporto de Serra Talhada, que passa por ampliação, de Oliveira Neto, pai do secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, responsável pela obra. Acontece que o aeroporto tem o nome de Santa Magalhães, mãe do ex-governador Roberto Magalhães, nascida em Serra Talhada.

Pediu vistas  
Para evitar constrangimentos, o deputado Ricardo Costa (PMDB) pediu vistas do projeto, que ficou para ser apreciado no próximo ano. Alguns deputados alegam que a Assembleia não pode desomenagear uma pessoa cujo nome já está incorporado à denominação do aeroporto há vários anos.

Palavra dada
Após a aprovação da PEC do SUAS pela Comissão de Constituição e Justiça, Danilo Cabral (PSB) se reuniu com Rodrigo Maia (DEM) para pedir celeridade na criação da comissão especial que analisará a matéria. O presidente da Câmara se comprometeu a atender o pedido antes do recesso parlamentar.