POLÍTICA

Políticos destacam a postura pública

Publicação: 03/01/2018 03:00

O falecimento de Armando Monteiro Filho repercutiu entre segmentos da sociedade civil, personalidades e políticos de todo o Brasil, que se solidarizaram com a família do ex-ministro. Em Pernambuco, estado de maior atuação de Armando, o governador Paulo Câmara (PSB) decretou luto oficial de três dias. “Dr. Armando teve uma postura firme, democrática e corajosa no enfrentamento com a ditadura militar e foi uma referência para gerações. Quero prestar a minha homenagem pessoal a esse grande pernambucano e me solidarizar com seus familiares e amigos”, disse o governador por meio de nota.

Da mesma forma, Geraldo Julio (PSB), prefeito da cidade do Recife, que também decretou luto oficial na capital, manifestou-se afirmando e destacando que a trajetória de Armando Filho “se confunde com a história política do Brasil, sempre ao lado dos interesses de Pernambuco”.

O ex-presidente Lula (PT) e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também destacaram a postura do ex-ministro em sua vida pública. “É com tristeza que recebemos a notícia da perda de Armando Monteiro Filho, meu conterrâneo e amigo de longa data. Armando conciliou a vida como empresário com a atuação política, auxiliando a construção de um Brasil melhor nas funções de deputado estadual, federal e ministro de Estado no governo Jango. O povo pernambucano e o Brasil perdem um grande homem”, disse o petista. “O Brasil perde um homem público notável, cuja vida se pautou pela defesa da democracia. Como político e empresário, o ex-ministro sempre defendeu com justiça os interesses de seu estado e trabalhou em prol do desenvolvimento do país”, comentou o tucano.