SUPERESPORTES

Diario esportivo

por Fred Figueiroa
Twitter: @fredfigueiroa
fredfigueiroa@gmail.com

Publicação: 21/04/2017 03:00

Copa do Brasil parte 2

Depois de quatro fases que eliminaram 75 dos 80 clubes “originais” da Copa do Brasil, a competição recebeu oficialmente ontem os 11 times que estavam pré-classificados. Assim, as oitavas de final terão quase 70% de estreantes - sendo que oito destas equipes disputam simultaneamente a Libertadores e foram colocadas no mesmo pote do sorteio realizado na CBF. Diante deste cenário previamente direcionado, o resultado do sorteio ficou bom (ou até muito bom) para os clubes do Recife. Depois de eliminar CSA, Sete de Dourados, Boavista e Joinville, o Sport terá seu primeiro teste de força diante do Botafogo. Enquanto o Santa Cruz estreia contra o Atlético/PR. Das oito opções possíveis, os dois clubes só estavam acima da Chapecoense no grau de dificuldade. É importante lembrar que não há diagrama definido na competição e um novo sorteio acontecerá nas quartas de final.

Os oito confrontos

Santa Cruz x Atlético-PR
Grêmio x Fluminense
Flamengo x Atlético-GO
Palmeiras x Internacional
Botafogo x Sport
Santos x Paysandu
Cruzeiro x Chapecoense
Paraná x Atlético-MG

A ordem dos fatores
A ordem das partidas - que necessariamente seria oposta para os pernambucanos e isso também foi direcionado no sorteio - também acabou sendo a ideal para ambos. O Sport traz a definição do confronto para a Ilha do Retiro, onde historicamente tem um percentual muito maior de classificação do que quando decide fora de casa. E, neste duelo específico, é possível que o Botafogo esteja com o foco dividido entre a Libertadores e a Série A e, por isso, acabe não gerando uma maior mobilização para o jogo de ida.

Para o Santa Cruz, iniciar o confronto no Arruda é fundamental para o perfil técnico e tático do time armado por Vinícius Eutrópio. Poder manter o estilo de jogo precavido em casa (talvez com um Atlético dosando sua força máxima) e tentar uma vantagem mínima para administrar em Curitiba é uma estratégia de classificação muito mais factível que imaginar uma eventual reversão de cenário no Recife. E por ser inferior tecnicamente ao adversário, fazer o primeiro jogo no Arruda também é uma garantia mínima de uma boa renda.

Cotas
A “compensação” para os cinco clubes que passaram pelas quatro primeiras fases da Copa do Brasil acaba sendo financeira. O Sport, por exemplo, somou R$ 3,9 milhões pelo caminho construído até aqui (já incluindo a cota das oitavas de final). O Santa Cruz, por sua vez, estreia com a garantia de R$ 1 milhão. Desde a 3ª fase, as cotas são iguais para todas as equipes. Assim, a vaga nas quartas de final vale mais R$ 1,19 milhão.

Calendário sem espaço
Este, na verdade, é um quebra-cabeças a ser montado pela CBF - e que pode interferir diretamente na forma como cada clube vai direcionar seu foco para os jogos. Nas quatro datas reservadas para as partidas de ida (26/04, 03/05, 10/05 e 17/05), o Sport pode ter compromisso em todas elas - caso avance à final da Copa do Nordeste. No Estadual, mesmo que não dispute o título, teria o compromisso de decidir o 3º lugar. O caso do Santa é basicamente o mesmo, mas com uma brecha no dia 10 de maio (semana em que o Sport faz o jogo da volta da Sul-americana). Essa “brecha” é fundamental para alinhar com o calendário do Atlético/PR, que na semana em questão não atuará na Libertadores. Assim, certamente os dois jogos serão nos dias 10 e 31/05.

Para Sport x Botafogo, a primeira data livre para ambos virá no dia 31 de maio. O problema é que, na semana seguinte, a Série A já começa a ser disputada quarta e domingo. A nova brecha no calendário só vem aparecer no dia 28 de junho. Diante deste cenário, diria que a tendência é a CBF adiar parte de uma rodada do Brasileiro para esta data (além do Sport, Cruzeiro e Fluminense têm jogos da Sula no dia 10/05 e enfrentam o mesmo problema), antecipando o desfecho das oitavas da Copa do Brasil. A partir de julho, a situação “se normaliza”. Mas, caso o time rubro-negro siga em frente nas duas competições, continuará entrando em campo duas vezes por semana.