SUPERESPORTES

SANTA CRUZ » Interino toca o planejamento

Publicação: 19/06/2017 03:00

A situação de Adriano Teixeira no Santa Cruz é, no mínimo, curiosa. Respaldado pelos recentes resultados e sem a procura efetiva da diretoria por um novo treinador, o profissional segue no comando do time com o rótulo de “interino”. Ele, no entanto, participa do planejamento do elenco a ponto de ter reservada uma reunião com a diretoria para tratar de reforços, podendo indicar peças para o elenco coral.

“Vamos nos reunir com ele para ver essa questão de contratações. Deve ser na quarta-feira, após o jogo (contra o América-MG) ou na quinta. Os reforços podem ser um lateral-direito, um zagueiro e mais alguma outra posição que ele precisar”, afirmou o diretor de futebol Jomar Rocha.

Questionado sobre o cenário incomum, o gestor coral comparou a situação de Adriano Teixeira a de Zé Ricardo, que ficou durante muito tempo como interino do Flamengo e só efetivado na reta final da Série A, quando o time já rendia bem na competição. “O técnico do Flamengo não ficou tanto tempo como interino? Vamos deixar ele trabalhar. Neste momento, não estamos procurando treinador e ele comanda o time”, afirmou.

TIRANDO O PESO
A situação de Adriano Teixeira, portanto, segue inalterada desde a saída de Vinícius Eutrópio há duas rodadas. E a diretoria trata de não pressioná-lo. “Vamos deixar sem pressão. Vamos deixar a interinidade com a possibilidade da permanência”, afirmou o vice-presidente do Santa Cruz, Constantino Junior, reafirmando o respaldo do treinador junto com o elenco.

“Queria confessar uma situação após a saída do Vinícius (Eutrópio). O grupo se reuniu e abraçou a causa de Adriano. O grupo está fechado com ele. Após a saída do Vinícius, ninguém gosta, mas pediram um voto de confiança a Adriano. O grupo está fechado com ele. Vai dar muito mais sangue pela permanência dele. Ele é um dos fatores motivadores do elenco”, acrescentou.

Desfalque

Ricardo Bueno segue fora

O Santa Cruz enfrenta o América-MG ainda sem seu centroavante titular. Após acertar a permanência no clube e recusar ofertas do Ceará e Goiás, o atacante Ricardo Bueno segue de fora da equipe por conta de problemas no joelho. Além dele, o técnico interino Adriano Teixeira não terá as presenças do zagueiro Anderson Salles e do volante Gino, com lesão muscular na coxa, e o atacante Éverton Santos, que se recupera de um trauma no joelho. Fecha a lista de ausências o lateral-direito Vitor, em tratamento de uma cirurgia na perna, e o meia Léo Costa, com lesão no dorso do pé.