SUPERESPORTES

A uma vitória do 3º lugar Beneficiado pelos tropeços de Santos e Flamengo, Sport visita o Botafogo, no Engenhão, precisando da vitória para tomar o lugar do Peixe

Yuri de Lira
yuri.lira@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 17/07/2017 03:00

Vanderlei Luxemburgo precisou de pouco menos de dois meses para mudar o Sport. Estreou pelo clube em 31 de maio, contra o Botafogo, na Copa do Brasil. Era ali desclassificado do torneio. A sua equipe voltaria à disputa da Série A sob alguma desconfiança. Hoje, porém, o Rubro-negro vive um cenário diferente. Está em outro patamar na temporada. Às 20h, o time de Luxa reencontrará o mesmo algoz alvinegro que o eliminou. Desta vez, pelo Brasileiro, no Engenhão. Se há 48 dias, na estreia do técnico, o Leão buscava se encontrar minimamente, agora mira a manutenção da excelência. Se ganhar a partida, beneficiado pelos resultados de ontem, sobre para o 3º lugar da Série A.

Depois daquele 1 a 1 em casa contra o Botafogo, o Sport continuou patinando nas cinco rodadas seguintes do nacional com Luxemburgo. Visitou a zona de rebaixamento nesse hiato. Apenas visitou. Por ora, vem de quatro vitórias consecutivas na competição, título estadual, está entre os classificados para a pré-Copa Libertadores e flerta no G4, grupo que dá vaga direta à fase principal continental do ano que vem. Se somar mais um triunfo, ainda iguala a sua maior série de vitórias na Série A: as cinco seguidas na edição de 1985.

Outros números da equipe com Luxemburgo leonina chamam atenção. O Sport também não é vazado há seis partidas na temporada (quatro do Brasileiro, uma da Sul-Americana, além da final do Pernambucano). Luxa promoveu um revezamento na primeira linha defensiva, encaixou Rithely e Patrick na cabeça de área e reforçou a retaguarda a partir do posicionamento dos demais setores. Quase todo mundo marca.

A receita para o ataque engrenar foi parecida. O sistema ofensivo funciona como não havia funcionado ainda em 2017. Soube lidar com a iminência da saída de Diego Souza quando foi preciso. Com DS87 de volta, continua letal. Nos dois últimos jogos (um com e outro sem ele), o Sport aplicou dois 3 a 0. Já detém o quinto melhor ataque do Brasileirão - ao lado de Vasco de Flamengo. Com duas vitórias e um empate nas últimas partidas como visitante, o Leão espera desbancar um Botafogo que também briga no topo.

A tarefa de ganhar para continuar entre as colocações mais altas é espinhosa, fala o atacante André. Há duas rodadas no G6, o atacante acredita que permanecer nessa faixa da tabela será tão difícil quanto foi chegar. “Você no pelotão de cima vai ficando mais difícil. Os adversários vão estudando mais a gente. A gente tem que procurar treinar mais ainda, porque dificuldade vai aumentar”, pontuou.

Time
O Sport tem baixas para encara o Botafogo. A começar pelo goleiro Magrão, machucado na coxa direita. Agenor ganha nova chance. Outro titular lesionado é o atacante Osvaldo. Deve ser substituído por Rogério. Ronaldo Alves, suspenso, deve dar lugar a Henríquez. Uma certeza é o retorno de Diego Souza.

Adversário
O Botafogo segue desfalcado de Bruno Silva, e Victor Luis está suspenso. Gilson e Marcos Vinícius são os cotados para jogar. Jefferson deve continuar no gol, pois Gatito ainda se recupera de corte no joelho. O Fogão vem de vitória por 1 a 0 contra o Fluminense.