SUPERESPORTES

Em busca de um salvador Risco do rebaixamento fez a diretoria do Sport intensificar procura por um técnico para a reta final da Série A e para o %u201Cprojeto 2018%u201D

Yuri de Lira
yuri.lira@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 14/11/2017 03:00

A quatro rodadas do fim da Série A, o Sport não nega que deseja um novo treinador para se livrar do rebaixamento. Sem confiança no interino Daniel Paulista, a diretoria começou a busca por esse “salvador”. Guto Ferreira e Argel Fucks foram procurados ontem, mas negaram os convites por motivos distintos. Durante a noite de ontem, Milton Mendes apareceu como alternativa. A diretoria não confirma nomes. Restringe-se a afirmar que a intenção é trazer um profissional não só para a reta final do Brasileiro, mas para o “projeto 2018”. Até o fechamento desta edição, ninguém havia sido contratado. 
O vice-presidente do clube, Gustavo Dubeux, negou qualquer contato com Mendes, limitando-se a dizer que tratava-se de “um bom treinador”. Independemente da escolha que o Sport faça, quer alguém que tope conduzir a equipe também em 2018, seja qual for a divisão em que esteja. “Estamos vendo uma situação de treinador para o próximo ano. Evidentemente, se puder nos atender já nestas quatro partidas também, seria importante. Por isso, ainda não tivemos essa definição”, disse o gestor, que não nega a urgência na vinda deste comandante. “Quanto mais rápido chegar, melhor.”
De acordo com fontes do Superesportes, Milton Mendes despontou como um dos candidatos para substituir Daniel Paulista. Dubeux não desmentiu o interesse. “Milton Mendes é um bom treinador. Já fez bons trabalhos aqui e onde passou, mas não posso dizer se treinador A, B ou C está na lista, senão vocês (da imprensa) vão sair na minha frente, na frente do Sport”, pontuou.
Em contato com a reportagem via Whatsapp, Mendes, que está em Portugal, expôs a vontade de trabalhar na Ilha do Retiro.“Treinar o Sport é sempre aliciante. Equipe grande, clube estruturado, pessoas sérias”, disse. Pouco tempo depois, quando o interesse se materializou, não respondeu mais aos questionamentos. Em seguida, em contato por telefone, evitou falar sobre a negociação. “Desculpa a indelicadeza, mas eu não vou falar. Vou esperar o desenrolar. Logo que tiver uma possibilidade concreta, eu falo”, afirmou.
Em tese, a vinda de Guto Ferreira e Argel Fucks estão mais difíceis. O empresário do primeiro, Adriano Spadoto, alegou que o seu cliente não quer assumir um novo compromisso agora após ter sido demitido do Internacional. “Ele vem de um desgaste muito grande. Não está com cabeça para assumir outro clube”, contou. Já Argel disse que a proposta feita a ele foi para assumir a equipe só nas últimas quatro rodadas. Rejeitou o projeto a curto prazo. “Quando me ligaram e disseram que só me queriam para quatro jogos, falei que não iria."

TIME
Mena deverá retornar ao time do Sport para o jogo da próxima quinta-feira contra o Palmeiras, no Allianz Parque. Desfalque nos dois últimos jogos da Série A devido à lesão sofrida na coxa, o chileno se recuperou. A tendência é que o jogador ocupe a lacuna aberta na equipe devido à suspensão de Osvaldo. A zaga titular, formada por Henriquez e Durval, também retorna e relega Neris e Ronaldo Alves à reserva. O Leão ainda espera o retorno de Diego Souza, que enfrenta a Inglaterra pela seleção em amistoso em Londres, hoje. 
 
 
 
 
 

[ 34ª rodada 

Chape vence e se afasta do Z4 
 
A Chapecoense praticamente saiu da briga contra o rebaixamento. Dominando o Santos do início ao fim, o time venceu por 2 a 0, na Arena Condá, em Chapecó, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a Chape chegou aos 44 pontos, subiu para 13º e ficou bem próxima de se garantir na primeira divisão. Foi, ainda, a sua sexta partida sem derrota.  Já o Santos saiu, matematicamente, da briga pelo título do Brasileirão. Está em quarto com 56 pontos, 12 atrás do Corinthians. Mesmo que uma improvável combinação o fizesse alcançar o líder, faltando quatro rodadas, ainda ficaria atrás no número de vitórias, primeiro critério de desempate.