SUPERESPORTES

Bye bye futebol Alegando falta de tempo para conciliar as atividades pessoais e profissionais com o comando do futebol do Sport, Gustavo Dubeux deixa vice-presidência

Yuri de Lira
yuri.lira@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 07/12/2017 03:00

Em 2018, o Sport não terá mudanças apenas no elenco ou no comando técnico. A diretoria rubro-negra também vai ter um novo desenho. Ontem, Gustavo Dubeux anunciou que não faz mais parte do departamento de futebol. Sob alegação de falta de tempo para conciliar demandas pessoais e na sua empresa com o clube, o gestor deixou a vice-presidência de futebol e agora segue apenas como vice do Executivo. O dirigente também deixou em aberto a possibilidade de saída do diretor remunerado Alexandre Faria.  

Apenas com o título estadual conquistado, derrota na final da Copa do Nordeste, eliminações na Copa do Brasil e Sul-Americana, além do agravante de lutar contra o rebaixamento até a última rodada do Brasileirão, Dubeux fez um balanço positivo ao longo de um ano na sua jornada como vice de futebol, cargo que segue em aberto agora.

“Se, em 2018, o Sport for campeão pernambucano, conseguir chegar às quartas de final da Sul-Americana, nas oitavas da Copa do Brasil e permanecer na Série A, será um bom ano?”, questionou Dubeux. “Evidentemente que o rubro-negro, que pensa grande, sempre quer mais. Mas se você olhar para trás, acho que 2017 foi um bom ano”, emendou.

Em viagem profissional, o presidente leonino, Arnaldo Barros, não esteve presente na coletiva em que Dubeux anunciou a sua saída do futebol. Apenas o diretor Aluísio Maluf representava o mandatário. Mas Dubeux relatou uma conversa prévia com Arnaldo e promete contribuir com ele em necessidades mais burocráticas do clube. “Não vou mais acumular o cargo de vice-presidente de futebol. Continuarei na vice do Executivo, ajudando. Coloquei para o presidente a minha impossibilidade de continuar (no futebol) por problemas profissionais e particulares.”

Até o começo da semana, Dubeux conduzia o planejamento do Sport para a temporada que vem. Ainda indefinido, o novo vice de futebol que o substituirá, além de ajudar nesse processo, terá uma outra tarefa pela frente: definir a permanência do executivo Alexandre Faria, trazido por Gustavo há pouco menos de um ano. Mesmo sem apostar numa saída de Faria, o próprio Dubeux coloca em xeque a continuidade do profissional no clube para 2018.

“Eu acho que Alexandre Faria continua. Agora, é evidente que essa é uma deliberação do novo vice-presidente de futebol e da própria diretoria. Acredito que o Alexandre, como todos, tiveram acertos e erros. Você tem que pesar. Houve mais acertos, houve mais erros?”, questionou.
 
Na mira
Corinthians quer Mena

Após perder Guilherme Arana para o Sevilla, o Corinthians despertou interesse no lateral-esquerdo Mena para 2018. Com parte de seus direitos econômicos ligados ao Cruzeiro, o chileno encerra contrato com o Sport em 31 de dezembro. O Timão ainda não apresentou uma proposta oficial, mas dirigentes entraram em contato com representantes do atleta. Sem espaço, o goleiro reserva Agenor também pode sair, segundo o seu próprio empresário.