SUPERESPORTES

ARENA DE PERNAMBUCO » Reconhecimento para o Pernambuco Legends

Publicação: 16/04/2018 09:00

O sábado foi de festa na Arena de Pernambuco, com o amistoso entre o Barcelona Legends, que pela primeira vez se apresentou na América do Sul, e a seleção pernambucana, que reuniu jogadores que fizeram história no futebol local. Entre eles, o goleiro Bosco, o zagueiro Sandro e os atacantes Grafite, Dênis Marques, Kuki e Carlinhos Bala. E após venderem caro a derrota por 1 a 0, os representantes do estado tiveram o merecido reconhecimento. Após a partida, todos ganharam cartões de acesso gratuito aos jogos organizados pela CBF e pela Federação Pernambucana de Futebol no estádio até 31 de dezembro deste ano.

Para o ex-volante tricolor Zé do Carmo a iniciativa é uma forma de agradecimento e respeito aos ex-atletas que fizeram história pelos três grandes clubes do Estado. “Isso se chama respeito por aquilo que um dia nós proporcionamos  para algumas pessoas. Esse reconhecimento é importante. A iniciativa e a sensibilidade foram ainda melhores. Todo lugar no Brasil, principalmente nos grandes centros, existe esse respeito pelo ex-atleta e que bom que isso está sendo repetido aqui”, elogiou.

Na visão do diretor geral da Arena de Pernambuco, Kleber Borges, o acesso livre também é um modo de trazer esses jogadores que têm história para mais perto do público e fazer com que o reconhecimento seja muito maior. “É muito legal ver que as crianças não vieram apenas para ver os atletas do Barcelona. Elas reconhecem Russo, Carlinhos Bala, Adriano, Grafite e pedem autógrafos, fotos. São esses atletas que estão mais próximos dos torcedores e eles merecem esse reconhecimento e respeito”, destacou.

A partida, que teve um público de 18.232 torcedores, terminou com a vitória do Barcelona Legends, com gol do ex-meia Giovanni (ex-Santos) ainda no primeiro tempo. Porém, o maior nome do jogo festivo foi o ex-meia Rivaldo, que atuou um tempo por cada clube. O jogador pernambucano, campeão mundial com a seleção brasileira em 2002, foi eleito o melhor jogador do mundo em 1999, com a camisa do Barcelona.