SUPERESPORTES

Um começo bastante assustador Sport estreia na Série A do Brasileirão com derrota por 3 a 0 para o América-MG, em manhã infeliz do goleiro Agenor, substituto de Magrão

Brenno Costa
brenno.costa@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 16/04/2018 09:00

O Sport começou a Série A em meio ao caos. Sob desconfiança e pressionado pelos resultados ruins da temporada, o novo time rubro-negro enfrentou o América-MG recheado de “reforços”, mas não conseguiu mudar a sua face de 2018. Na Arena Independência, a equipe foi engolida e apresentou uma série de falhas da defesa ao ataque, em um domingo onde o goleiro Agenor teve uma atuação assustadora para os leoninos. Nesse cenário, o placar de 3 a 0, construído na etapa inicial, foi mais do que justo. Agora, o Sport só volta a campo às 20h do próximo dia 23, quando recebe o Botafogo, na Ilha do Retiro.

O Sport iniciou a partida com cinco jogadores novatos entre os titulares: Cláudio Winck, Ernando, Ferreira, Andrigo e Hygor. Mas, o novo conjunto rubro-negro não teve nem condições de ser testado quando sofreu o primeiro gol. Aos 45 segundos, a defesa começou da pior maneira possível. Após cruzamento, o Leão assistiu a Aylon e Rafael Moura tocarem de cabeça. Depois, a bola sobrou para Serginho, que se aproveitou da saída ruim do goleiro Agenor e abriu o placar também de cabeça.

Em seguida, o Sport mostrou dificuldade para reagir. Armado com três volantes, o time teve pouca criatividade apesar do esforço do capitão Anselmo para defender e armar. Na linha de frente, Marlone voltou a ficar preso do lado esquerdo com pouca movimentação, enquanto Andrigo e Hygor se revezaram entre as funções de centroavante e ponta direita.

Nesse cenário desanimador, a única chance do Sport em todo o primeiro tempo deu-se apenas com um chute de fora da área de Fellipe Bastos, aos 21.  Nele, a bola passou perto da trave. E ficou por isso mesmo. Não para o América-MG. Em seguida, os donos da casa voltaram a se aproveitar de falhas defensivas do Sport, marcada uma recomposição muito ruim, e marcaram mais duas vezes em um intervalo de três minutos.

Aos 35, Agenor se atrapalhou com a presença de Léo Ortiz e saiu errado novamente, soltando a bola nos pés de Carlinhos. Ficou fácil fazer o segundo gol. Depois, foi a vez de Serginho partir da intermediária sem marcação e ampliar o desespero leonino, chutando cruzado.

45 minutos sem gols

Para a segunda etapa, Nelsinho se desfez de duas apostas. Colocou Sander no lugar de Cláudio Winck, fazendo com que Raul Prata voltasse a ocupar a lateral direita. Outra peça acionada foi Gabriel na vaga de Ferreira. Com essa nova formatação, a equipe conseguiu melhorar na parte ofensiva e perdeu três boas chances de gol nos 15 minutos iniciais, com o próprio Gabriel e Andrigo.

Na sequência, com a entrada de Everton Felipe, o Rubro-negro voltou a criar mais chances enquanto o América-MG, com a vantagem larga no placar, preferiu se fechar. O Leão, no entanto, tornou a pecar nas finalizações, em mais um sinal claro de que o time está longe do ideal para jogar uma Série A.

1ª RODADA
SÁBADO

Cruzeiro     0 x 1     Grêmio
Vitória     2 x 2     Flamengo
Santos     2 x 0     Ceará

ONTEM
América-MG     3 x 0     Sport
Vasco     2 x 1     Atlético-MG
Corinthians     2 x 1     Fluminense
Internacional     2 x 0     Bahia
Atlético-PR     5 x 1     Chapecoense

HOJE
20h    Botafogo     x     Palmeiras
20h    São Paulo     x     Paraná

CLASSIFICAÇÃO - SÉRIE A
    P    J    V    E    D    GP    GC    SG

Atlético-PR    3    1    1    0    0    5    1    4    
América-MG    3    1    1    0    0    3    0    3
Internacional     3    1    1    0    0    2    0    2
Santos    3    1    1    0    0    2    0    2
Corinthians      3    1    1    0    0    2    1    1   
Vasco     3    1    1    0    0    2    1    1
Grêmio     3    1    1    0    0    1    0    1
Vitória-BA     1    1    0    1    0    2    2    0
Flamengo    1    1    0    1    0    2    2    0   
Botafogo     0    0    0    0    0    0    0    0
São Paulo    0    0    0    0    0    0    0    0
Palmeiras     0    0    0    0    0    0    0    0
Paraná    0    0    0    0    0    0    0    0   
Fluminense     0    1    0    0    1    1    2    -1
Atlético-MG     0    1    0    0    1    1    2    -1
Cruzeiro    0    1    0    0    1    0    1    -1
Bahia    0    1    0    0    1    0    2    -2    
Ceará    0    1    0    0    1    0    2    -2
Sport    0    1    0    0    1    0    3    -3
Chapecoense     0    1    0    0    1    1    5    -4