LOCAL

Vandalismo em série na Zona Sul Vidros de edífício residencial, hotel e pizzaria situados no bairro de Boa Viagem são atingidos por objetos, assustando moradores e funcionários

breno pessoa
breno.pessoa@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 19/06/2017 03:00

Pouco antes das 18h, um barulho forte assustou Eduardo Rodriguez, supervisor do Hotel Jangadeiro, na Avenida Boa Viagem. O ruído veio de um vidro no interior do restaurante do hotel, que foi atingido por um objeto. Por volta desse mesmo horário, o porteiro Arnaldo Bezerra iniciava o turno no Edifício Veronese, também na orla, quando ouviu o impacto de algo quebrando parte da vidraça do acesso principal ao condomínio. As duas ocorrências fazem parte de uma aparente série de incidentes de vandalismo no bairro na noite de ontem.

“Achamos inicialmente que fosse uma pedra”, diz Rodriguez, que localizou em seguida uma bola de gude, responsável pela marca circular no vidro. “Nossos clientes adoram sentir o vento da orla, mas agora vamos deixar as janelas fechadas”, afirma supervisor, temendo pela segurança de quem frequenta o interior do hotel. Na semana anterior, também no domingo, o local foi alvo de outro ataque, em uma vidraça externa.

Rodriguez disse que ouviu relatos de incidentes similares em outros estabelecimentos nos arredores do bairro de Boa Viagem, no início da noite de ontem, incluindo um restaurante, uma farmácia e dois condomínios residenciais. Ele afirma já ter entrado em contato com a polícia e espera que uma das câmeras instaladas na proximidade do hotel possa ajudar identificar o veículo dos responsáveis pelo ato de vandalismo.

“É a terceira vez que isso acontece”, rememora o porteiro do Veronese. A primeira ocorrência tem cerca de três meses, segundo Bezerra, e teve como alvo a guarita do prédio. “A gente fica com medo”, diz. No domingo da semana passada, o ataque foi contra a estrutura de vidro na entrada do condomínio. Por causa dos danos, o acesso principal foi isolado com tapumes. De acordo com ele, uma das filmagens do circuito de segurança chegou a registrar um carro passando em baixa velocidade no momento da ocorrência, mas por conta da baixa qualidade do vídeo, não é possível identificar a placa do veículo.

Algo similar ocorreu ontem, um pouco mais tarde, na pizzaria Benvida, na Avenida Domingos Ferreira. Por volta das 19h, um estrondo assustou funcionários do local. “Até achei que fosse um tiro, ficamos sem saber na hora”, diz o gerente Márcio Ferreira. “Foi a primeira vez que algo assim acontece. Sabemos que ocorreu em vários estabelecimentos, vamos registrar ocorrência na delegacia”, afirma. O Diario tentou entrar em contato com o 19º Batalhão da PM, mas não obteve retorno.