LOCAL

Feras vão dividir as experiências escrevendo textos para o jornal

Publicação: 12/08/2017 03:00

Para dividir experiências sobre o primeiro vestibular com outros estudantes, os feras do Colégio Damas irão escrever quatro colunas sobre a reta final do ensino médio e os desafios de entrar na universidade. Quatro alunos foram escolhidos para colaborar com o Diario de Pernambuco e encararam o desafio como mais uma oportunidade de treinar a escrita. É a primeira vez que vão compartilhar seus textos, até então lidos por professores, com um grande público.

A estudante Juliana Oliveira, 17 anos, fera de arquitetura, diz que pretende elaborar uma coluna que retrate o dia a dia do vestibulando, para servir de estímulos a outras pessoas que estão no mesmo momento que ela. “Achei muito legal quando a escola me convidou. Vai ajudar bastante a treinar meus textos e mostrar o que estou aprendendo. Pretendo dividir um pouco sobre minha rotina, como me organizo para estudar e sobre aproveitar ao máximo os simulados. Acho importante falar sobre o que estamos vivendo por ser uma fase única em nossas vidas”, conta Juliana.

Também selecionada para colaborar com o Movimento Educar, Camilla Victoria Ribeiro, 16 anos, pretende cursar medicina e entende a relevância de saber produzir um bom texto. Por isso, enxerga a oportunidade como mais uma forma de se preparar para a redação. “Estou mais empenhada, treinando mais e conseguindo evoluir bastante.

Escrever uma coluna será uma experiência diferente porque já tenho uma rotina de estudos para a redação no Enem e agora vou poder aplicar tudo o que estou aprendendo. Minha expectativa é poder ajudar outras pessoas com a minha experiência com o vestibular”, afirmou.

Os estudantes vão se reunir com professores para receber orientações sobre o tipo de texto que produzirão nessas quatro edições, conciliando com a preparação para o vestibular nesse segundo semestre. Para a diretora pedagógica, irmã Marcela Sarmento, será um momento de troca entre os alunos, professores e profissionais do Diario. “É muito importante que o Colégio Damas firme essa parceria pela primeira vez em algo tão relevante que é o Enem”.

A ideia é tornar essa participação um incentivo aos jovens. “À medida que os alunos estão bem informados, vão produzir conteúdo para informarem outras pessoas, tendo como protagonista os alunos e também os professores, que estão nessa parceria conosco”, explica irmã Marcela, que ressaltou ainda o desempenhos dos professores.

Colégio Damas

A história

  • Em 15 de outubro de 1896, orientadas por Madre Loyola, as primeiras representantes da Congregação Damas chegaram da Bélgica ao Recife
  • O Colégio da Sagrada Família de Olinda, como era conhecido o Damas, iniciou suas atividades em 1897 com o ingresso da primeira aluna, Filadélfia de Paula Lopes
  • Após cinco anos, adquiriram um prédio no Recife, na Ponte D'Uchoa.
  • Em 1901, com o prédio já pronto, as irmãs instalaram-se de forma definitiva na nova residência.
  • Em 1921, compraram a Casa do Barão de Casa Forte, que, juntando-se ao primeiro terreno, forma a atual área do colégio
Os 9 valores
  1. Revelar a face atual do Cristo educador
  2. Duc in Altum – Avançar para águas mais profundas
  3. Promover o conhecimento científico e a pesquisa
  4. Respeito e acolhimento à pessoa humana como imagem e semelhança de Deus
  5. Tudo fazer bem com amor e alegria, competência e ousadia
  6. Diálogo, escuta e discernimento
  7. Observância do direito e a prática da Justiça
  8. Educar com firmeza e afeto
  9. Comprometimento, ética e transparência