LOCAL

Menos mulheres vítimas

Publicação: 16/05/2018 09:00

Abril de 2018 registrou o menor número de homicídios de mulheres dos últimos quatro anos em Pernambuco. Houve 13 vítimas de CVLIs, das quais uma foi alvo de um feminicídio -  crime praticado devido à condição de mulher da vítima. O menor número havia sido em maio de 2014, com 12 casos. O único feminicídio de abril vitimou uma jovem de 20 anos, morta em em Olinda. O marido e pai dos dois filhos dela foi preso no dia 9 de maio e encaminhado ao Cotel.

Em relação a abril de 2017, a quantidade de feminicídios caiu 88,89%, uma vez que no ano passado ocorreram nove crimes. No comparativo entre o primeiro quadrimestre de 2018 com o do ano anterior, o número decresceu de 29 para 13 casos (-55,17%).

Em nota, a governo do estado destacou que vem investindo em políticas públicas que fortalecem a segurança das mulheres. Em outubro de 2017, o governador Paulo Câmara assinou decreto retirando o termo crime passional dos boletins de ocorrência. Com isso, as mortes de mulheres praticadas com o objetivo de subjugá-la pelo fato de ser mulher passaram a ser tipificadas como feminicídio, com pena prevista de 12 a 30 anos de reclusão - mais rígida do que um homicídio simples, que prevê de 6 a 20 anos.

Também foram inauguradas duas novas Delegacias da Mulher (Afogados da Ingazeira e Cabo de Santo Agostinho), elevando o total de unidades para 11 no estado.