LOCAL

Acidente fatal com ônibus de universitários Veículo que levava alunos de Jaboatão ao Cabo perdeu controle, causando ao menos uma morte

Osnaldo Moraes, Jailson da Paz e Bettina Novaes
local@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 17/05/2018 09:00

A noite de ontem terminou de forma trágica para estudantes das faculdades Guararapes e Metropolitana, localizadas em Jaboatão, Região Metropolitana do Recife. Um micro-ônibus que transportava os universitários para o Cabo de Santo Agostinho após as aulas capotou e ficou destruído, deixando uma universitária de 19 anos morta e seis feridos.

Chovia no momento do acidente, que aconteceu por volta das 22h10, na BR-101 Sul, próximo à fábrica da Vitarella, no bairro de Prazeres, Jaboatão. Segundo testemunhas, o motorista Alequissandro Santos, 32 anos, freou o veículo bruscamente, as rodas travaram e, em seguida, ocorreu o capotamento.  O perito criminal Hélder Souza não confirmou o travamento das rodas e disse que o veículo tinha velocidade incompatível com o trecho. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, dez viaturas foram enviadas ao local para prestar socorro às vítimas. Três feridos foram socorridos pelos Bombeiros e outros três pelo Samu.

A estudante de nutrição Juliana Maria da Silva não resistiu e morreu no local.  A família da universitária foi até o ponto do acidente e ficou bastante abalada após o reconhecimento do corpo, que foi feito pelo irmão da jovem. O pai dela, por mais de uma vez, levantou as mãos para o céu e perguntou “meu Jesus, por que minha filha de 19 anos?”. Após saberem de sua morte, amigos e colegas lamentaram a tragédia no perfil dela no Facebook. “Que Deus conforte a família”, escreveu um internauta.

Também nas redes sociais, espalharam-se comentários sobre a ocorrência de outras mortes, o que não foi confirmado pelas autoridades até as 2h de hoje.

Segundo a esposa do motorista, Mikelania dos Santos Ferreira, 32, Alequissandro era experiente na condução de veículos de grande porte, já tendo dirigido ônibus e caminhões de transporte de cana de açúcar. Ainda de acordo com ela, que faz diariamente a viagem junto ao marido, o percurso era sempre o mesmo: o ônibus saía de Gaibu, passava pelo Centro do Cabo de Santo Agostinho e deixava os estudantes nas faculdades Guararapes e Metropolitana, retornando, ao final da noite, após o término das aulas.

Na hora do acidente, 16 pessoas voltavam para suas casas. O condutor do veículo foi encontrado consciente e, junto com os demais feridos, foi encaminhado para o hospital Dom Helder Camara, localizado no Cabo de Santo Agostinho. Até o fechamento desta edição não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde deles nem maiores detalhes sobre o acidente.