Diario urbano

Jailson da Paz
jailson.paz@diariodepernambuco.com.br
diariodepernambuco.com.br

Publicação: 13/06/2018 03:00

Função às avessas

Mais que função estética, as fontes das praças do Recife, com o aumento aparente da pobreza, cumprem papel social. Às avessas, verdade. Os lagos são pontos para banhos. Na Praça da Independência, em Santo Antônio, a água retirada em latas de tinta banha moradores de rua e cachorros. Ontem, enquanto o dono se molhava, dois cães matavam a sede no lago parcialmente coberto por plásticos e papéis. As cenas se repetem na Praça Maciel Pinheiro, com um acréscimo. Quando limpa, lavadores de automóveis coletam a  água da fonte, do século 19, para atenderem os clientes. Nem mesmo as fontes dos logradouros adotadas por empresas privadas escapam desse papel social às avessas. Exemplo da Praça do Parque Amorim, na Boa Vista, onde vendedores de pipoca e de água mineral e lavadores de vidros de carros tomam banho. Eles fazem do lago da fonte uma piscina pública, ignorando alertas de riscos de doenças e de acidentes. Como justificativa para os mergulhos, a limpeza quase diária da "piscina" do Parque Amorim, o que, se feita nos outros pontos, atenuaria a visão de descuidos das praças. Já a remediação da pobreza, como bem afirma a sabedoria popular, são outros 500.

Menos pães
A crise atingiu até as doações de pães para a festa de Santo Antônio. Até ontem à tarde, a quantidade recebida pelo Convento de Santo Antônio, na Rua do Imperador, era cerca de três mil unidades, enquanto a média de anos anteriores girava entre quatro e cinco mil.

Depois da missa
Os pães de Santo Antônio, como são chamados as unidades doadas, ainda podem ser entregues no convento da Rua de Imperador nesta quarta-feira. Tudo que for doado será distribuído aos fiéis após as cinco missas programadas para hoje no convento.

Quatro unidades
O Convento de Santo Antônio deve distribuir hoje pães, considerados sinônimo de fartura, para, no mínimo,750 fiéis. Isso porque, respeitada a tradição, cada pacote distribuído terá quatro pães, que ao longo do ano serão armazenados junto à farinha de mandioca.

Lugar da folia
Olinda decidiu entrar na disputa pelos forrozeiros no estado. Para atrair os amantes dos ritmos juninos, além da programação a ser anunciada hoje, a prefeitura escolheu um terreno sagrado do Carnaval, a Praça do Carmo, no Sítio Histórico, para o centro dos festejos.
 
Para o Galo
A distância entre a data de fundação e a homenagem pelos 40 anos do Galo da Madrugada, na Assembleia Legislativa, é considerável. 23 de janeiro foi a fundação e a homenagem será hoje, às 18h. Mas o intervalo não tira o valor da homenagem.

Condenação revista
Caiu por terra a condenação de Pai Edson de Omolu, que, por decisão do Juizado Especial Criminal de Olinda, seria preso por 15 dias por perturbação do sossego. O Colégio Recursal do Tribunal de Justiça entendeu, por unanimidade, não ter havido o crime.

Repercussão nacional
A condenação de Edson de Omolu, da Tenda de Umbanda Caboclo Flecheiro, que poderia ser revertida em prestação de serviço, repercutiu nacionalmente. E foi acompanhada pela Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial.  

Cães de rua
Em um raio de cerca de 100 metros do Marco Zero, no Bairro do Recife, perambulavam ontem, por voltas das 16h, cinco cães de rua. Dois na Rua Vigário Tenório, três na Rua Madre de Deus, um na Rua da Moeda. Um deles, com a pata machucada.