VIVER

LUTO » Teatro perde Alfredo Borba

Publicação: 13/09/2017 03:00

O ator pernambucano Alfredo Borba morreu na madrugada de ontem, aos 72 anos. Filho do dramaturgo Hermilo Borba Filho, o artista é um dos nomes de destaque da cena teatral no estado. Ele sofria de diabetes, de acordo com a família, e havia se submetido a uma cirurgia recentemente. Velório e sepultamento ocorreram na tarde de ontem, no Cemitério de Santo Amaro. Durante a carreira, o ator estrelou produções como O rei mentiroso, Tem um psicanalista em nossa cama, A aurora da minha vida e Batalha dos Guararapes.

“O teatro estava na vida de Alfredo desde criança. Começou no Teatro de Amadores de Pernambuco, trabalhou com José Pimentel nos palcos, foi dirigido por João Falcão, Rubens de Falco na televisão, entre outros nomes da dramaturgia brasileira”, conta o jornalista, pesquisador e amigo do ator, Leidson Ferraz. O diretor Cláudio Lira também lamentou a morte do artista: “É uma grande perda. Alfredo era um ator maravilhoso para trabalhar, talentoso e experiente. Aprendi muito com ele. Vivia sempre de bom humor, contando suas histórias de palco e da vida”, relembra. O último trabalho dos dois juntos foi a peça Maçã caramelada (2007).