VIVER

Telinha

Publicação: 14/09/2017 03:00

Parceria de grandes entre Globo e Apple

A Globo abriu caminho relevante para ampliar o alcance do serviço de streaming Globo Play. O canal carioca fechou parceria com a Apple TV para oferecer o acesso sob demanda nos televisores que contem com o serviço da marca internacional. A disponibilização começa a valer a partir desta semana. Até o próximo sábado, o aplicativo da empresa de comunicação brasileira estará acessível para download na App Store da plataforma norte-americana e rodará nas versões 10 e 11 do sistema operacional tvOS. Também nesta semana, a gigante em tecnologia anunciou a implementação de conteúdo em 4K, com qualidade quatro vezes melhor do que a resolução HD.

A Apple TV é uma plataforma que já integra cerca de 60 serviços televisivos de todo o mundo, como os serviços Netflix, Hulu (indisponível no Brasil) e ESPN e funciona em TVs, iPhone, iPads e computadores da marca. As séries da Globo Ligações perigosas, Dupla identidade e Justiça (filmada no Recife), gravadas em 4K e 4K HDR, poderão ser vistas com qualidade ampliada no serviço. De acordo com a emissora, a parceria prevê novidades futuras, como suporte para funcionalidades com a assistente Siri e integração com busca universal.

A Globo Play dentro da Apple TV também oferecerá o serviço já existente de simulcasting, que consiste na transmissão ao vivo de conteúdo das filiais locais da Globo. Atualmente, a função está disponível apenas para o Recife e as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, de São Paulo, de Brasília e de Belo Horizonte, de forma gratuita, para os usuários que obtiverem o app em desktops, smartphones e tablets. O serviço também pode ser utilizado em smart TVs e no Chromecast.

"A Apple TV é muito mais do que um simples hobby. A TV é uma área de interesse para nós"
Tim Cook, CEO da Apple

CINEMA
O jardim em várias versões

Longa pernambucano eleito Melhor Filme no Cine PE de 2017, O jardim da aflições foi disponibilizado com extras e em versão estendida na internet (ojardimdasaflicoes.com.br). Anunciado como “12 em 1”, o box sobre a obra do cineasta Josias Teófilo contém making of, abordagem sobre “individualismo e coletivismo”, debate com o pensador Olavo de Carvalho, e-book, entre outros itens. A página define o longa como “o filme que não deveria existir”. Mas ele existe. E, no pacote, custa R$ 289.

A volta do Pé na cozinha

Lembra do programa da MTV no fim do século passado? Astrid Fontenelle adquiriu os direitos e pretende levá-lo para o YouTube. Por enquanto, ela segue na programação da GNT.

DRAMA
Vidas negras importam

Movimento negro de resistência contra arbitrariedades policiais, o Black lives matter será pano de fundo para drama do canal AMC. Documentários recentes do país, como A 13ª emenda, retrataram conflitos raciais.