VIVER

Telinha

Publicação: 11/01/2018 03:00

Rebeldes sem causa na Netflix

Fellipe Torres
fellipe.torres@diariodepernambuco.com.br


Desde a estreia de Precisamos falar sobre Kevin, em 2011, o filme se tornou referência incontornável quando o assunto são adolescentes com tendências psicopatas. Por isso é tão difícil não mencionar o longa-metragem ao falar de The end of the f***ing world, série britânica de oito episódios lançada em outubro de 2017 pelo Channel 4 e distribuída pela Netflix no início deste ano. Dirigida por Jonathan Entwistle e baseada em HQ homônima, a comédia de humor negro evoca o frescor e a rebeldia do clássico Trainspotting (1996) ao narrar a história de um garoto de 17 anos socialmente desajustado.

O autoproclamado psicopata James (Alex Lawther) sofre de angústias recorrentes, como um desejo de matar e uma sensação de não pertencimento. Ao esbarrar com Alyssa (Jessica Barden), ele inicialmente enxerga uma vítima e, aos poucos, encontra semelhanças a partir das diferenças deles em relação à sociedade. Juntos, tal qual Bonnie e Clyde, eles esquecem das dificuldades de relacionamento com colegas e familiares e adotam uma postura errática e politicamente incorreta.

Incompetente para um relacionamento amoroso tradicional, a dupla aproveita a companhia alheia, muitas vezes contemplando as esquisitices do outro. Sexo e álcool ganham espaço, mas sem deixar de lado a apatia do modo de viver. A tendência de James de não processar bem sentimentos e se autoflagelar contamina a trama, cujo desenrolar tem ares de road movie com pitadas de autodescoberta. A jornada parece a representação de uma verdade esquadrinhada por Leon Tolstói na abertura de Ana Karenina (1875): “Todas as famílias felizes se assemelham, mas cada família infeliz é infeliz a seu modo”.

"O título foi explicado no final da HQ, algo como 'claro que não é o fim do mundo, são adolescentes'"
Alex Lawther, ator

Mais vista desde 2012
Primeiro capítulo de Deus salve o rei bateu recorde de audiência na faixa desde Cheias de charme, em 2012. A novela de Daniel Adjafre registrou 29,7 pontos de média.

REALITY SHOW
Troca em Dancing Brasil

O ator Leandro Lima será o substituto de Sérgio Marone como repórter da terceira temporada do Dancing Brasil, que estreia 17 de janeiro, na Record, devido às gravações do ator na novela Apocalipse.

ESTADOS UNIDOS
Oprah na presidência?

De acordo com a emissora norte-americana CNN, a apresentadora Oprah Winfrey pensa em disputar as eleições presidenciais dos Estados Unidos. Não há detalhes sobre a candidatura. Oprah foi agraciada com o prêmio Cecil B. DeMille no Globo de Ouro deste ano - a primeira mulher negra a ganhar o troféu honorário - e chamou a atenção com o discurso de repúdio a assédio sexual e racismo. Além de apresentadora, Oprah também é produtora, empresária e atriz