Telinha

Publicação: 13/03/2018 03:00

De portas abertas para o bom humor

Fernanda Guerra
fernanda.guerra@diariodepernambuco.com.br


Com mais de cinco anos em operação, o Porta dos Fundos está presente na internet, cinema e TV por assinatura. A TV aberta ainda é um campo “desconhecido” para o grupo de humoristas, que preza pela liberdade criativa e crítica nos esquetes, filmes ou séries cômicas. “A gente não descarta a possibilidade. Já convidaram muito, só que a gente ainda não viu uma oportunidade legal”, explica o diretor e sócio do grupo Ian SBF, ao lado de Gregório Duvivier, Fabio Porchat, Antonio Tabet e João Vicente Castro. Enquanto isso, eles exploram o humor em mais uma aposta na TV por assinatura.

A nova criação da produtora se chama Borges Importadora, que estreia hoje, às 21h30, no Comedy Central, com dois dos dez episódios exibidos em sequência. A premissa da obra consiste em quatro sócios de uma importadora falida, com uma dívida de R$ 800 mil, que decidem criar um canal na internet para sair da crise. O elenco é formado por Antonio Tabet (Erasmo), Karina Ramil (Sônia), Rafael Portugal (Pablo) e Thati Lopes (Rosana). “É uma história atual, porque a gente fala do mundo que estamos vivendo atualmente, com pessoas que querem ganhar dinheiro na internet e se transformam em uma digital influencer”, conta SBF.

A produção é a primeira do canal do YouTube para o Comedy Central. Antes disso, os humoristas tinham lançado conteúdo para a Fox, como o seriado O Grande Gonzalez. Ainda para televisão, eles desenvolvem a série Homens, prevista para o Comedy Central. Sobre a TV aberta, contudo, o diretor elogia a reformulação em emissoras como a Globo, da qual o humorístico Tá no ar: a TV na TV faz parte. "É o tipo de humor que a gente gosta. Acho que a mudança se deve ao Porta dos Fundos”, diz.

“Tivemos liberdade total. A gente fez a série do jeito que queria fazer, sem direcionamento”
Ian SBF, diretor do Porta dos Fundos

Documentário
Intimidade de Brennand

A vida e a obra de Francisco Brennand são retratadas no documentário homônimo que vai ao ar hoje, às 21h15, no canal Curta!. Dirigido por Mariana Brennand Fortes, sobrinha-neta do pernambucano, o filme narra parte da intimidade do artista através de trechos do diário escrito pelo escultor, desenhista, pintor e ceramista, hoje com 90 anos de idade. A produção foi lançada em 2013 e circulou por festivais nacionais e internacionais. A narração é da atriz Hermila Guedes.

Do filme para a série

Com seis capítulos, a série Romper strumper estreia hoje, às 22h, no Sundance TV. A produção é continuação do filme homônimo de 1992, deGeoffrey Wright.

Recordar
Entrevista com Jorge Amado

O escritor Jorge Amado é tema do episódio do Recordar é TV, que vai ao ar hoje, às 22h45, na TV Brasil. Serão exibidos trechos de entrevista feita em 1986 ao longo do programa Advogado do diabo.