Pernambuco.com



ESPECIAIS

Chico Anysio começou trajetória na Rádio Clube

Publicação: 16/04/2018 09:00

A Rádio Clube era uma porta de entrada para novos talentos. Foi por ela que Chico Anysio começou a sua trajetória artística. Poucos sabem, mas a inspiração para a criação do seu maior sucesso televisivo, a “Escolinha do professor Raimundo”, veio de uma experiência na Rádio Clube. Era um programa chamado “Dona Pinoia e seus brotinhos”, transmitido aos domingos e feito para auditório, que agradou os ouvintes.

Em depoimento dado a alunos da Universidade Católica em um documentário sobre o ator e produtor Aldemar Paiva, o próprio Chico Anysio confirmou: “O programa ´Dona Pinoia e seus brotinhos´ teve um sucesso enorme. Era uma escola, onde, tanto eu quanto ele [refere-se a Aldemar] éramos alunos. O programa era um protótipo do Professor Raimundo. Anos depois, quando comecei a fazer a Escolinha, lembrei de ´Dona Pinoia´ e liguei para ver se ele [Aldemar] me vendia os scripts. Mas os originais, que estavam numa casa dele, em Gravatá, foram comidos pelo cupim. Eu brinquei dizendo que ele tinha os cupins mais engraçados do Brasil", afirmou Chico.

Em entrevista publicada no Diario de Pernambuco de 22 de junho de 1952, Aldemar Paiva, que atuava ao lado de Chico e de Jota Austragésilo, disse que “Dona Pinoia e seus brotinhos” o envaidecia. Sobretudo depois que ele se consagrou com “indumentária característica e aqueles móveis todos da escola (...)”. Pernambuco nesta época tinha uma efervescente e respeitada dramaturgia. O ator Lúcio Mauro, em entrevista à GloboNews dada há alguns anos, dizia que se você não morasse no Rio ou em São Paulo e queria ser ator, tinha de vir ao Recife. Ele deixou o Pará e veio. Encontrou com Chico Anysio, que o levou para trabalhar na Clube, de quem virou amigo.

Encontros e recordações da Rádio Clube como estes serão contados nas páginas do Diario até o dia 6 de abril de 2019, quando a emissora completará 100 anos de existência.

“O programa era um protótipo do Professor Raimundo. Anos depois, liguei para ver se Aldemar me vendia os scripts”
Chico Anysio, Humorista