Ciência e Saúde

Legado para ficar na história do estado

Publicação: 07/10/2017 03:00

Chegando à sua segunda edição e com mais uma marcada ainda para este ano, o Power34 Recife tem como uma de suas ambições movimentar a cadeia produtiva do esporte no estado. Com eventos como o deste domingo, a organização acredita deixar um legado para o esporte no estado, expresso das mais diferentes formas.

“O evento é projetado para oferecer uma experiência tanto para os atletas experientes quanto para os iniciantes. Esse potencial agregador ajuda a atrair novos atletas, que podem voltar nas próximas edições e começar a fazer parte do esporte”, enfatiza Carlos Alexandria.

O diretor do Power34 Recife ainda pontua que o simples ato de trazer novas pessoas para o multiesporte mobiliza uma rede grande de pessoas envolvidas. “Essa pessoa que entra no esporte compra uma bicicleta, procura um educador físico, entra numa assessoria esportiva, busca material, e com isso, movimenta uma cadeia extensa dentro do esporte”, complementa.

Para a secretária executiva de esportes de Pernambuco, Yane Marques, a exposição do evento e o consequente aumento de no número de informações a respeito do duathlon pode alimentar o gosto pela modalidade em pessoas que não são habituadas a ela.

“A competição deve despertar em muitos jovens o gosto pelo triathlon. Todo mundo está acostumado aos esportes mais populares, como o futebol, e não escolhem outros esportes porque não conhecem ou têm oportunidade. A competição agrega também por essa possibilidade de abrir o horizonte das pessoas”, coloca Yane.