DECORAÇÂO

Colorindo a casa e enfeitando a vida Obras de arte podem estar presentes em qualquer espaço, o que vale é garantir a integração com o ambiente

Gabriela Bento
Especial para o Diario
gabriela.bento@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 25/11/2017 03:00

as obras de arte podem ser uma opção para quem deseja imprimir personalidade ou apenas dar um upgrade nas suas casas. Quanto mais a peça se parecer com você, melhor, pois ela passará a fazer parte do seu dia a dia.
Para a arquiteta Luiza Nogueira, qualquer casa pode receber uma obra e a escolha deve ser feita por empatia. “Escolhemos as obras de arte quando ela nos toca, nos transmite algo. Geralmente o amante da artes já tem várias em sua bagagem. Elas falam de vida, retratam momentos ou simplesmente despertam a atenção consciente ou inconscientemente”, afirma.
A administradora hoteleira Márcia De’Carli ama arte, assim como o seu marido e, então, decidiu trazê-la para dentro de casa. “Temos várias obras. Além de quadros, temos jarro, escultura, pintura e objetos variados. Somos fãs de arte e tentamos trazer um pouco de cultura para a nossa casa”. Para Márcia, escolher as peças é um exercício e cada obra tem um valor inestimável. “Eu escolho pessoalmente cada peça. Fico com a que me identifico. As obras nos trazem equilíbrio, harmonia, bem-estar, alegria. Elas enchem a casa de cor e enfeitam a vida da gente”, garante.
Não só de clássicos se vive a arte. As arquitetas Eduarda Jungmann, Camila Horta e Isis Almeida, da We Arquitetos, projetaram para a edição da CasaCor 2017 um espaço alternativo e cheio de personalidade, que trouxe uma obra de arte mais moderna e urbana. “Chamava a atenção de quem acabava de chegar na sala pela proposta e diferentes tipos de técnicas”, explicam as arquitetas
As três sugerem uma integração entre o artista, o contemplador e o ambiente. “A obra de arte representa o belo e a expressão da sensibilidade do artista, tudo isso tem muito a ver com a personalidade do proprietário e de como ele se identifica com cada arte. Além da função estética, a obra de arte pode ter uma função prática, escolhendo medidas e tons de acordo com o espaço”, esclarecem.
E não pense que é preciso muito dinheiro ou disposição para uma boa curadoria de obras. Para o empresário Eduardo Gaudêncio, à frente da plataforma digital de vendas de obras de arte online SportArt, já passou o tempo em que adquirir uma obra de arte era para poucos. Agora é possível encontrar pinturas, gravuras, fotografias, esculturas, entre outros objetos, se tornou possível e financeiramente viável.
“A produção artística brasileira é bastante rica, a todo momento novos artistas estão surgindo e mostrando seu trabalho. Investir nesses artistas é a chave, por estarem iniciando sua produção artística, suas obras tem um valor de mercado acessível. Assim, adquirindo-as, você colabora para valorização artística e cultural”, comenta.