LUGAR CERTO

Hora de redobrar os cuidados Verão oferece cenário perfeito para o mosquito Aedes aegypti procriar e gerar problemas

Publicação: 11/01/2018 03:00

Com a chegada de uma das estações mais esperadas do ano por muitos, o verão, eis a preocupação com o mosquito Aedes aegypti. A espécie, que encontra no período níveis de temperatura e umidade ideais para a sua reprodução, é a responsável por transmitir não só a dengue, mas também o zika vírus e a febre chikungunya. Visando garantir uma saúde pública com qualidade, a Prefeitura do Recife promove recorrentes visitas de combate à dengue, com vistorias para colaborar e educar toda a população. Mas e você, faz a sua parte?

É importante ficarmos atentos aos quintais e espaços abertos. Nos condomínios, por exemplo, áreas como jardins, piscinas e lajes podem ser focos do mosquito. Por isso, é interessante que os síndicos, funcionários e condôminos estejam em alerta para a prevenção contra o vetor. Para o gerente geral da imobiliária Apsa, Geraldo Victor, todos devem estar juntos contra o mosquito. “O condomínio deve fazer vistorias periódicas e cuidar da limpeza de locais que possam ter acúmulo de água, como jardins, piscinas, lajes, calhas e fosso do elevador. Fazer campanhas de conscientização junto aos demais moradores para que cada um cuide do seu ambiente também é importante”, diz.

A aposentada Maria Inês de Assis, de 73, sempre se preocupou com o Aedes aegypti. Isso porque não descuida das áreas abertas da sua residência e já escapou de uma possível doença. Na sua casa, segundo ela, não há espaço para a dengue. “Eu tenho quintal grande e cuido. Onde eu moro, em Maranguape II, na cidade de Paulista, muita gente adoece todo ano, então eu me previno”, explica. No quintal da aposentada não tem entulhos ou locais com potencial para focos do mosquito. “Olho duas vezes na semana. Os meus netos brincam aqui, não quero ninguém doente”.

Para ajudar no combate

Veja mais algumas dicas para melhorar a luta contra o Aedes aegypti
  • Colocar telas de nylon em ralos
  • Informes nos elevadores e quadro de avisos
  • Manter as calhas limpas e sem pontos de acúmulo de água
  • Manter o tratamento adequado das piscinas com cloro
  • Evitar o acúmulo de água em lajes e marquises
  • Manter a caixa d'água vedada e fazer a limpeza periodicamente
  • Evitar acúmulo de entulhos de obras
  • Usar terra ou emborcar pratinhos usados nas plantas lavá-los duas vezes por semana com bucha e sabão
  • Guardar pneus em lugares cobertos