Turismo

Croa do Goré é um paraíso para toda a família

Publicação: 04/11/2017 03:00

Se você é daqueles viajantes que não abrem mão de tomar banho em águas calmas e refrescantes e adora o contato com a natureza não se esqueça de abrir espaço na agenda para conhecer a paradisíaca Croa do Goré, localizada no Rio Vaza-Barris. É uma pequena ilha que só aparece com a maré baixa, ideal para quem busca belas paisagens, sossego, tomar bebida gelada e petiscar.

Saindo da orla de Atalaia, em Aracaju, são 15 minutos de carro beirando as belas praias da cidade até chegar à Orla do Pôr-do-sol, no povoado de Mosqueiro. É o ponto de embarque para um passeio interessante e ao mesmo tempo curioso. Para desfrutar da Croa do Goré, o percurso pode ser feito de catamarã ou lanchas. No caminho, o visitante vai se deparar com belos manguezais de raízes entrelaçadas. Os barcos saem diariamente.

A curiosidade é que praia só fica disponível seis horas por dia, porque quando a maré sobe a croa fica submersa. Por isso a ordem é aproveitar cada segundo. É o local ideal para relaxar, provar as iguarias da região e conhecer de perto o famoso habitante da região, o Goré, crustáceo que dá nome ao lugar.

Na Croa, um bar flutuante oferece um cardápio variado. O local conta com palhoças rústicas que fazem sombra para tornar o banco de areia num local ainda mais agradável e proporcionar um banho relaxante. Quando a maré está subindo o visitante pode desfrutar do ambiente com a água em seus pés.

A garotada adora. Por ser calmo e raso, as crianças podem tomar banho no rio sem correr risco. Outra opção de lazer na Croa do Goré é o stand up paddle.  

Além da Croa do Goré, o turista pode optar por estender o passeio e conhecer a Ilha dos Namorados e a Ilha do Viral. Na Ilha dos Namorados, o passeio leva cerca de 40 minutos e os visitantes podem tomar um delicioso banho. “A gente deixa o turista bem à vontade. Eles ficam na Croa do Goré se divertindo e desfrutando da tranquilidade do local. Quando desejam retornar é sé avisar por telefone que o barqueiro vai buscar”, explicou o empresário Genilson Brito dos Santos, conhecido por Prego, dono da Prego Turismo.

Pioneirismo  
Prego foi o primeiro barqueiro a fazer a travessia até a Croa do Goré, há 25 anos. Não parou mais. Ele conta que trajeto era realizado  em um barquinho de alumínio com capacidade para cinco passageiros. Atualmente a Prego Turismo dispõe de lanchas que levam até 16 pessoas de uma só vez, dependendo da embarcação. Outra opção é fazer o roteiro nos dois catamarãs da agência.