USADO DA VEZ » Completo e em conta New Fiesta chama a atenção pelo design e pelos opcionais que oferece. Opção de 2017 já é bastante procurada nas revendas

Publicação: 09/06/2018 09:00

Há 23 anos no Brasil, o Ford Fiesta consolidou uma história de sucesso. A chegada do modelo por aqui aconteceu em 1995, com a terceira geração global do compacto sendo comercializada. Já em 1996, o Fiesta começou a ser produzido, em São Bernardo do Campo, São Paulo. Quatro anos depois, o hatch ganhou a versão Sport e, no ano seguinte, foi introduzida a configuração básica Street.

No ano de 2002, o Fiesta foi lançado com uma nova geração, aderindo à um novo design inspirado no New Edge, que foi produzido no Complexo Industrial Ford Nordeste, na Bahia.

Quarto modelo da marca mais vendido este ano, o modelo está, atualmente, na sétima geração e passou a ser chamado de New Fiesta.

Produzido na fábrica de São Bernardo do Campo, o hatch é responsável por representar a marca no segmento de compactos premium. Entre os itens de série que merecem destaque estão o sistema multimídia Sync com comando de voz, direção elétrica, controle de estabilidade e tração, assistência de partida em rampa e sete airbags. Além do Brasil, o New Fiesta é produzido ainda em Alemanha, México, Índia, Tailândia, Vietnã, além de ter duas fábricas na China.

O New fiesta foi idealizado para ser um projeto global, fabricado e comercializado em vários lugares do mundo. O modelo é vendido em vários países e abarca os cinco continentes, com mais de 16 milhões de unidades vendidas, desde o seu lançamento.

Com o lançamento recente do New Fiesta 2018, a opção hatch do modelo já começa a chamar a atenção daqueles que optam por um modelo seminovo, mesmo que seja do ano de 2017. “A versão que nós temos é a Titanium, mais completa, com o preço a partir de R$ 57.900”, aponta o vendedor da Parvi Marcone Beltrão.

O atrativo de um modelo compacto atinge mais aqueles que ingressaram há pouco tempo no universo automotivo. “Os jovens se interessam mais pelo Fiesta, aqueles de classe média, por ser um modelo mais completo e com o preço mais abaixo do que os principais concorrentes”, explica Marcone.

A versão topo de linha, Titanium, chama a atenção pelo itens disponíveis de fábrica. “Rodas de liga leve, farol de milha, vidros elétricos nas quatro portas e design arrojado são alguns dos atrativos da opção”, reforça o vendedor. O modelo conta ainda com um design esportivo e vários opcionais.