Aflição nacional Neymar abandona treino com dores no tornozelo e preocupa a torcida, apesar de a CBF garantir que o atacante estará recuperado hoje

Publicação: 20/06/2018 03:00

O atacante Neymar deixou o treinamento da Seleção Brasileira ontem, em Sochi, logo no seu aquecimento. Após ficar de fora da atividade da segunda, o jogador do Paris Saint-Germain abandonou o treino depois de alguns minutos, aparentando incômodo e frustração por causa de dores no seu tornozelo direito. Ele já havia sido poupado do treinamento anterior, mas a CBF assegura que ele participará da atividade de quarta, que será toda fechada à imprensa.
Ontem, Neymar parecia tranquilo antes do treino, acenando aos torcedores na sua chegada ao local do trabalho, realizado na estrutura do estádio Slava Metreveli, e também contando com um novo visual - um corte de cabelo curto. Mas as suas reações durante os 20 minutos abertos à imprensa levantaram preocupações sobre a sua condição física, algo que ocorre desde que ele operou o pé direito. 
Após um aquecimento ao lado dos demais jogadores convocados por Tite para a Copa, Neymar passou a participar de uma roda de bobinho com um grupo reduzido de companheiros. Ele parecia sentir incômodo na região do pé praticamente a cada toque na bola, quase sempre pisando o solo na sequência. E, depois de um desses momentos, abandonou o trabalho, chutando forte a bola, claramente aparentando frustração.
Ao sair do treino mancando, Neymar estava acompanhado de Bruno Mazziotti, fisioterapeuta da Seleção Brasileira. Posteriormente, a assessoria de imprensa da CBF assegurou que o problema do atacante são dores no tornozelo direito, provocadas por pancadas recebidas no jogo de estreia do Brasil na Copa, o que o fez, inclusive, perder o treino de segunda-feira. 
“Neymar se queixou de dores no tornozelo, em decorrência do número de faltas sofridas contra a Suíça. Como o treino era regenerativo para os titulares, foi encaminhado para a fisioterapia. Fica lá hoje (terça) e amanhã (quarta-feira) de manhã, treinando amanhã à tarde”, afirmou o médico Rodrigo Lasmar, citado em publicação no Twitter da CBF.
 
 
 
[ Estatística
 
10 faltas
sofridas no duelo contra a Suíça fizeram de Neymar o jogador mais “caçado” em um único jogo nesta Copa