SUPERESPORTES

Incansável Titular em todos os jogos do Santa Cruz, o lateral-direito Vitor não quer ser poupado do Clássico das Multidões do domingo

Publicação: 24/03/2017 03:00

Yuri de Lira
yuri.lira@diariodepernabuco.com.br

Poucos atletas foram titulares em todos os jogos do Santa Cruz em 2017. Grupo seleto formado por Julio Cesar (goleiro), David (volante) e Vitor (lateral-direito). Este último, conciliando obrigações defensivas e ofensivas, numa das funções mais desgastantes do time. Substituído apenas uma vez no ano, Vitor tem fome de bola. Ao Superesportes, ele revelou o segredo da sua vitalidade, falou sobre aposentadoria e lembrou da passagem pelo rival leonino.

Vitalidade
Eutrópio sinalizou que vai utilizar os reservas no clássico. Vitor assegura que não está cansado e quer jogar. “Estou me sentindo bem”, disse. Mas qual o porquê deste bom condicionamento? “O que eu falo sempre para os mais jovens é para não se preparar só quando chegar a certa idade. Sempre me dediquei aos treinos, me alimentei e descansei bem.”
Aposentadoria
“Vou fazer 35 anos. Falar que não pensei em aposentadoria é mentira. Ela está próxima. Eu não planejei para quando vai ser. Acho que meu corpo ainda responde bem. Estou suportando uma carga pesada e vou alongar essa minha carreira até onde o corpo aguentar.”

Durval
Entre 2014 e 2015, Vitor defendeu o Sport. Se deixou a Ilha contestado, lá fez uma amizade duradoura com Durval. O último encontro foi no primeiro clássico do Estadual, no Arruda. O jogo foi marcado por confusões. Mas Vitor e Durval estavam alheios ao clima inflamado, motivado pelas declarações de Everton Felipe. Trocavam petelecos um com o outro, cochichavam, sorriam. O motivo de tanta brincadeira, Vitor “não pode falar”. Prefere prever um novo “duelo” com o amigo. “Fora de campo é difícil de se encontrar, mas a gente se dá muito bem e existe um carinho de um para o outro.”