Os caminhos para uma adoo legal Reconhecimento de paternidade ou maternidade socioafetiva dever ser informado Justia

Marcionila Teixeira
marcionila.teixeira@diariodepernambuco.com.br

Publicao: 25/05/2019 03:00

Márcio Santos, 42 anos, e Ana Maria Bezerra, 50, esperaram nove meses para ter o primeiro filho, assim como acontece em uma gestação normal. Uma coincidência bonita, apenas. O encontro entre o casal e o bebê, na verdade, se deu através de um processo de adoção na Justiça. Já se passaram dez anos desde que Milton chegou à família.

Assim como outras pessoas inscritas no Cadastro Nacional de Adoç&ati...