Os detalhes de um enredo de terror Na casa onde Denirson Paes Silva foi morto, polcia encontrou muitos vestgios de sangue. Transformado em sepultura, poo foi ornado com flores

Marcionila Teixeira e Roslia Vasconcelos
local@diariodepernambuco.com.br

Publicao: 06/07/2018 03:00

Um vaso de flores ornamentais e pedras cuidadosamente arrumadas foram usados para decorar a macabra sepultura na qual o poço da casa do médico e advogado Denirson Paes Silva, 54 anos, no condomínio Torquato de Castro, em Aldeia, se transformou ao servir como esconderijo de seu corpo esquartejado e carbonizado. Dentro da cacimba vedada, os restos mortais estavam cobertos com cloro líquido e em pastilha, areia, concreto e metralhas, numa clara tentativa de ocultaç...