LOCAL

Bancos terão que ser abertos Em viagem pelo Sertão na sexta-feira, Paulo Câmara disse que os bancos precisam definir um calendário para abrir as agências explodidas

Publicação: 19/08/2017 03:00

Em viagem pelo interior do estado na sexta-feira, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, fez menção à necessidade da reabertura das agências bancárias explodidas por quadrilhas criminosas que têm agido em várias cidades do estado. “Os bancos têm que definir um calendário para dizer quando as agências serão abertas. Também reforçar sua segurança interna e ver quem passa informações para os criminosos”, disse o governador.

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco (SJDH) aguarda definição de data e local para uma reunião entre representantes do Procon/PE e da superintendência do Banco do Brasil (BB), para discutir um novo calendário de reaberturas das agências com as atividades suspensas devido a ações criminosas.A informação foi divulgada na noite da sexta-feira. Segundo a SJDH, a reunião contará com a presença do superintendente do BB, Nassib Gomes.

A SJDH informou que nove agências do BB foram reabertas, a última delas no município de Bonito, situado a 136 quilômetros do Recife, no Agreste, e está prevista para os próximos dias a reativação em Amaraji, a 96 quilômetros do Recife, na Zona da Mata. O Procon-PE instaurou, em agosto de 2016, uma investigação contra as instituições financeiras que tiveram agências e caixas eletrônicos explodidos.

O processo está em fase de julgamento. Teriam ocorrido várias notificações e haveria imposição de multa, sendo que a do BB fixada em R$ 4 milhões. Paralelamente foi criado um grupo de trabalho com representantes da SJDH, do Procon-PE e do Banco do Brasil.

Na passagem pelo Sertão do Pajeú, o governador Paulo Câmara percorreu as cidades de Brejinho, Itapetim, São José do Egito e Santa Terezinha para anunciar e inaugurar obras para a melhoria da qualidade de vida do povo da região. Entre as ações, estiveram a inauguração do Sistema Simplificado de Abastecimento de Água dos distritos Mussambê e Caldeirão, em Brejinho e a assinatura de convênio para custeio do Hospital Municipal Maria Rafael de Siqueira, em São José do Egito, no Pajeu.

Também estiveram entre as iniciativas as assinaturas da Ordem de Serviço (OS) para a construção de três barragens, no município de Brejinho, e de dois Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água, em Santa Terezinha. O governador também visitou as obras do Sistema de Esgotamento Sanitário de Itapetim, intervenção de R$ 10 milhões que atenderá cerca de 7.500 pessoas do município, e do Sistema de Abastecimento de Água Riacho do Meio, em São José do Egito, e da adutora do Pajeú para o Tigre, que abastecerá o município de Santa Terezinha.