Ajuda humanitária no centro da polêmica Juan Guaidó adverte militares que impedir a entrada dos mantimentos dos EUA os torna "quase genocidas", enquanto Nicolas Maduro fala em "show político"

Publicação: 11/02/2019 03:00

O opositor Juan Guaidó, reconhecido por diversos países como presidente interino da Venezuela, advertiu ontem os militares que impedir a entrada da ajuda humanitária os torna “quase genocidas”. “Isso tem responsáveis e que o regime saiba disso. É um crime contra a humanidade, senhores das Forças Armadas”, disse à imprensa. Guaidó, chefe do Parlamento de maioria opositora, garantiu que os militares se tornam “vi...