A partida de Dorany Sampaio. Perda para todos nós

Francisco de Queiroz Cavalcanti
Professor titular e diretor da Faculdade de Direito da UFPE

Publicação: 14/03/2018 03:00

Nesta semana fiquei mais triste. Muito mais triste, ao saber da partida de Dorany Sampaio. O conheci há muitos anos, há seis décadas, ele me chamava de “Chiquinho”, costume que sempre manteve. Eu, uma pequena criança, e ele colega de turma e amigo de meu pai, que também já partiu. Dorany foi um combatente desde a juventude, sem armas, com palavras, defensor de suas ideias, respeitador das alheias. Aprendi ao longo dos anos a respeitá-l...