Não deixem a Aurora morrer

Luiz Ernesto Mellet
Gestor governamental da Secretaria de Planejamento de Pernambuco

Publicação: 11/08/2018 03:00

Sobrepostas às intempéries do tempo e à ingerência do abandono, os recifenses mais sensíveis ainda conseguem enxergar a bela fisionomia urbana da cidade. Porque não se acha facilmente um território no qual garras de terras rasgaram as águas para desenhar uma planície aluvial protegida por uma muralha natural de arenito. O colonizador logo percebeu a vocação portuária que havia nessa península tropical. Ent&...