Covid-19 atinge linha de frente do combate em PE Governador do estado e secretários estaduais testam positivo e mudam rotina para manter os trabalhos

Rosália Rangel
rosalia.rangel@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 23/05/2020 09:00

Quando o governador Paulo Câmara (PSB) anunciou que testou positivo para a Covid-19, na última segunda-feira, colocou o nome na lista de políticos e autoridades que contraíram a doença no estado. O socialista estava na linha de frente, junto com a equipe, no trabalho realizado pelo governo para conter o avanço do novo coronavírus, mas teve que mudar a rotina e passou a acompanhar as atividades, remotamente, da sua residência.

Antes, e depois do governador, outros políticos também anunciaram testagem positiva para a Covid-19. No estado, o primeiro parlamentar a anunciar que havia contraído a doença foi o deputado federal Pastor Eurico (Patriota). Em seguida, o ex-senador Armando Monteiro Neto (PTB) e o deputado estadual Paulo Dutra (PSB) divulgaram ter contraído a doença.

Já entre os prefeitos pernambucanos, os de Serinhaém, Franz Hacker (PSB), de Bom Conselho, Danilo Godoy (PSB), Tamandaré, Sérgio Hacker (PSB) e de Ipojuca, Célia Sales (PTB), também foram infectados pelo vírus. O vereador Hélio de Guabiraba (PSB), o primeiro a ficar doente na Câmara Municipal do Recife, informou que, além dele, a esposa e filhos foram contaminados, mas que todos estavam se recuperando.

Da equipe de Paulo Câmara, a vice-governadora Luciana Santos (PCdoB), o chefe de gabinete do governador, Milton Coelho, o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua, e o secretário de Saúde, André Longo, foram os casos mais recentes de testar positivo para a doença. Já o deputado estadual Waldemar Borges (PSB) anunciou na última quarta-feira ter contraído a doença.

O parlamentar é casado com a vice-governadora Luciana Santos. Além deles, testaram positivo para Covid, o filho do deputado Waldemar, de 20 anos, e a filha do casal, Luana, de 8. Todos estão assintomáticos e em isolamento. Em casa, a família procura enfrentar a nova rotina dividindo as tarefas domésticas.

“Nos reunimos e dividimos as tarefas que cada um deve fazer. Luciana cuida mais da comida. Eventualmente, Walzinho dá uma ajudinha. Ele também recolhe o lixo e ajuda na limpeza. Eu lavo os pratos e cuido do café da manhã”, contou o parlamentar. Além dos afazeres domésticos, Waldemar Borges tem acompanhado as sessões virtuais da Assembleia Legislativa, enquanto Luciana Santos, segue trabalhando nas ações relativas ao governo do estado.

Questionado sobre a mudança do dia a dia de trabalho, o secretário Antonio de Pádua afirmou que o isolamento, necessário para superar a doença sem transmitir para outras pessoas, traz mudanças na rotina. “No trabalho, estou dedicando ainda mais tempo a despachos e orientações via aplicativos e telefone”, destacou.

Ele acrescentou, ainda, que neste sábado participará de uma reunião por videoconferência com o Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) para reforço da Operação Quarentena. “Nosso planejamento é atingir índices ainda maiores de isolamento social no estado”, relata o secretário Antonio de Pádua.