Sexto jogo sem vencer e marcar Sport leva gol no começo do jogo, não consegue reagir e perde para o Internacional na Ilha do Retiro por 1 a 0. Leão amarga o penúltimo lugar da Série A

Pedro Alves
Especial para o Diario
pedro.neto@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 14/09/2021 03:00

Novamente o Sport seguiu um roteiro que vem incomodando a equipe nesta Série A do Campeonato Brasileiro. O Leão foi mais uma vez derrotado jogando em casa, desta vez para o Internacional pelo placar de 1 a 0, gol de Patrick, e completou o sexto jogo sem vencer e sem marcar gols na competição.

A equipe rubro-negra fecha a rodada na 19ª colocação, com apenas 17 pontos conquistados. O Leão volta a campo no sábado para encarar o líder Atlético-MG no Mineirão, às 19h.

O JOGO

Com as mudanças de esquema tático e de escalação dos 11 iniciais promovidas pelo técnico Gustavo Florentín, a expectativa era para saber como seria o funcionamento da equipe dentro de campo, mas a grande surpresa foi negativa. Logo aos três minutos, André erra na armação do contra-ataque e a equipe do Internacional arma uma rápida jogada ofensiva, encontra Patrick livre na pequena área e o ex-jogador do Leão abriu o placar.

O gol no início da partida pode ter alterado o planejamento de jogo do Sport, mas dentro de campo o que vimos na sequência da abertura do placar foi a mesma equipe com os mesmos erros de outras partidas. Problemas na saída de bola, baixa produtividade ofensiva e vários erros de passes, aliados às péssimas tomadas de decisões.

Na reta final do primeiro tempo, o técnico Gustavo Florentín já demonstrou bastante insatisfação com o desempenho da equipe. Durante os primeiros 45 minutos, o treinador chamou várias vezes alguns jogadores para passar orientação e ameaçou realizar uma mudança, mas deixou para o retorno da segunda etapa.

SEGUNDO TEMPO

No retorno para a segunda etapa, o técnico Gustavo Florentín promoveu a mudança esperada, mas por conta de uma lesão de Sabino, que deixou a equipe pela primeira vez nesta Série A, para a a entrada de Paulinho Moccelin. A mudança fez o Sport se soltar mais e criar mais oportunidades do que no primeiro tempo, mas ainda longe de dominar a partida.

Com o passar do tempo, o treinador rubro-negro foi soltando ainda mais a equipe e colocou Everaldo, Thiago Neves e Santiago Tréllez e o volume ofensivo do Sport aumentou bastante. Inclusive, o goleiro Daniel foi forçado a fazer uma belíssima defesa, após um forte cabeceio de Mikael. Minutos depois, Tréllez conseguiu finalizar uma bola na trave. Porém, o Leão não conseguiu transformar o volume em gol e foi derrotado em casa.