Mais uma temporada com Florentín Sport chega a um consenso e, mesmo com rebaixamento perto, entende que trabalho do técnico foi bom e renova contrato por mais uma temporada

Pedro Alves
Especial para o Diario
pedro.neto@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 30/11/2021 03:00

Desde quando chegou ao Sport, em setembro deste ano, o trabalho de Gustavo Florentín vem sendo bastante elogiado pela diretoria e pela torcida rubro-negra. A consequência foi a renovação de contrato, anunciada na tarde de ontem, até o final da temporada, mesmo com o iminente rebaixamento do clube para a Série B nos próximos dias.

Apesar de não ter atingido o objetivo de permanecer na elite do futebol nacional, o Leão tratou de iniciar as conversas com o comandante há algumas semanas e, desde então, iniciou o planejamento para a temporada 2022, mesmo sem ter a definição da competição. Em entrevista coletiva, o vice-presidente de futebol do Sport, Augusto Carreras, destacou que a identificação do trabalho de Florentín foi crucial para a sua permanência.

“A gente sabe que Gustavo tem condições de dar esse perfil de time para 2022, um perfil que representa a raça do Sport, que tenha sangue, como time que está sendo visto nos últimos meses. Um time que tem padrão de jogo e que a torcida pode confiar naquele tipo de jogo, sabendo que pode confiar mostrando aquele padrão. Um padrão vibrante, de intensidade, raça e é esse o padrão que a gente tem pedido e conversado. A partir dessas conversas é que você tem a montagem do time. Nós vamos trabalhar com o que falta para o Brasileiro”.

Ao chegar ao Sport, Florentín encontrou um time bastante desequilibrado, onde tinha uma das melhores defesas da competição, mas possuía o pior ataque da competição de forma disparada, com oito gols em 18 jogos disputados. Desde então, o paraguaio conseguiu encaixar o seu perfil de jogo com o do elenco e melhorou o desempenho da equipe, que passou a viver o seu melhor momento na competição, mesmo enfrentando problemas extracampo e sem conseguir utilizar os reforços contratados por falta de inscrição.

Mesmo assim, Florentín conseguiu seguir realizando o seu trabalho e aos poucos conquistando a torcida, com suas atitudes dentro de campo e pela identificação no estilo de se entregar ao clube. Não à toa, mesmo com tanta adversidade, o treinador seguiu confiante e tendo interesse em dar continuidade ao trabalho ainda em andamento no Sport.

“Quero agradecer pelo apoio que tiveram desde o começo, os dirigentes, a torcida e estou feliz por essa oportunidade de renovar. Sempre houve o interesse da parte da comissão técnica, da parte dos dirigentes e estamos felizes pelo desafio que vem rapidamente e pela oportunidade que a gente se encanta e já estamos trabalhando para o que vai vir em 2022”, disse Florentín.