CASO BEATRIZ » Família faz vaquinha para investigar crime

Publicação: 08/11/2019 03:00

A professora Lúcia Mota, mãe de Beatriz Mota, estudante de 7 anos que foi assassinada com mais de 40 facadas durante uma festa do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, em Petrolina, Sertão do estado, lançou uma campanha virtual para arrecadar dinheiro para investigar o caso, sem solução desde 2015. A meta é conseguir R$ 75 mil até o dia 24 deste mês. Desde o último dia 24, foram arrecadados cerca de R$ 6,5 mil.

...