OLINDA » Ruínas do Senado serão recuperadas

Publicação: 08/11/2019 03:00

A estrutura remanescente do que foi a primeira casa legislativa do Brasil, no Sítio Histórico de Olinda, será limpa e recuperada. Ela, datada do século 17, também receberá o escoramento emergencial e estabilização dos espaços entre as pedras existentes, além do preenchimento de fendas e revestimento das fachadas.

O monumento, em frente ao Mercado da Ribeira, na Rua Bernardo Vieira de Melo, sofre com constantes ações de vandalismo e apresenta fissuras. As obras serão iniciadas pela Prefeitura de Olinda imediatamente e estão previstas para serem concluídas em 90 dias. A recuperação custará R$ 30 mil, provenientes do Fundo de Preservação.

O secretário de Patrimônio, Cultura, Turismo, Desenvolvimento Econômico e Tecnologia de Olinda, João Luiz, afirmou que embora a obra seja pequena, comparada a outras de manutenção pública, tem grande significado. “O povo de Olinda é vanguardista, libertário, tem essa vocação natural por não aceitar nada imposto de goela abaixo. Então esse espaço das ruínas do Senado é de reflexão para nosso povo”, disse.

A assinatura da ordem de serviço, ontem, aconteceu às vésperas do aniversário de 309 anos do primeiro Grito da República, celebrado no dia 10 de novembro.

O serviço de requalificação será realizaoa pelo Estúdio Salazar, empresa especializada em recuperações históricas. A intervenção inclui também a realização de Ficha de Identificação de Danos, produção e fixação de material explicativo junto ao canteiro de obras e a apresentação de relatórios fotográficos e descritivos.

O prefeito Professor Lupércio ressaltou a importância da história das ruínas. “Sou muito simpático ao aprendizado da história e acho que esse tipo de conhecimento sobre a nossa cidade deve ser reforçado na rede municipal, para as nossas crianças entenderem como funciona e como já funcionou toda essa parte do Sítio Histórico”, comentou. Foi no antigo prédio do Senado que, em 1710, Bernardo Vieira de Melo deu o primeiro grito em favor da  República no Brasil.