ENTERRO » Adeus a jovem morto em baile

Publicação: 15/01/2020 03:00

Foi enterrado ontem, sob aplausos, o corpo de William da Silva, 19. Recém-formado em mecânica, ele foi baleado na madrugada de domingo, num baile de brega-funk no Ibura. Familiares e amigos acusam policiais militar es de terem disparado tiros a esmo após entrarem no baile.

“Quantas mães vão enterrar seus filhos? Não era um bandido, era um menino de família”, disse, em frente ao caixãodo filho, a copeira Joyce Firmino da Silva, 38, antes do sepultamento no Memorial Vale da Saudade, em Igarassu. Em 1º de janeiro ela perdeu a mãe. Agora, lida com o sofrimento novamente. Joyce também acusa os PMs de terem impedido o jovem de ser socorrido.

A PM rebateu as acusações. “Além de prematura, é irresponsável qualquer suposição ou acusação de autoria do disparo ou omissão de socorro. A PM recebeu denúncia de que estava havendo uma briga, possivelmente entre grupos rivais, no local. Foi feito o deslocamento, mas os policiais encontraram a vítima já baleada, dentro de um carro particular que lhe prestava socorro. A viatura fez o acompanhamento em apoio para agilizar a transferência para a Policlínica do bairro”, acrescentou a corporação.

A Polícia Civil disse que foi instaurado inquérito. Já a Corregedoria da Secretaria Defesa Social (SDS) informou na tarde de ontem que abriu investigação preliminar.