Recife suspende vacina contra gripe Diante da grande adesão à campanha de imunização, que já vacinou 130 mil pessoas, prefeitura vai esperar envio de mais doses pelo Ministério da Saúde

Publicação: 26/03/2020 03:00

Depois de vacinar mais de 130 mil pessoas em três dias, a Prefeitura do Recife suspendeu temporariamente a campanha contra a gripe, até que o Ministério da Saúde envie mais doses. A Secretaria de Saúde da caspital garante que os idosos e profissionais de saúde serão vacinados até o dia 15, quando se encerra a primeira fase da campanha.

De acordo com o secretário Jailson Correia, em três dias o Programa de Imunização vacinou mais de 50% das pessoas que deveriam ser imunizadas nos 18 dias úteis desta primeira fase. “Por causa da pandemia da Covid-19, a procura dos idosos pela vacinação excedeu todas as expectativas. Até esta quarta-feira, aplicamos quase toda a primeira remessa de doses enviada”, disse.

“Esperamos receber mais vacinas até sexta-feira (amanhã), para que possamos retomar a imunização na próxima semana”, garante o secretário. As vacinas remanescentes do primeiro lote serão usadas para vacinar os idosos acamados.

Ontem, para evitar aglomerações, o Recife iniciou a modalidade drive-thru, que já vinha sendo usada por outras cidades pernambucanas. A dose foi oferecida numa faixa reservada da Avenida Norte, na altura do Parque da Macaxeira. Outros pontos da cidade também devem receber o sistema, sobretudo shopping centers, que estão temporariamente fechados.

“É uma estratégia do município para tirar os idosos das unidades de saúde, porque a gente entende que é lá que as pessoas doentes estão, e com isso proteger esse pessoal mais vulnerável. Estamos trazendo a vacinação tanto para as escolas municipais que estão fechadas como para esse drive-thru aqui na Macaxeira e também no RioMar Shopping”, destacou a coordenadora Lara Hazim.

“A gente também orienta os idosos sobre a importância de ficar em casa e ter os cuidados necessários para evitar a contaminação. Estamos passando folhetos. Explicamos que, mesmo saindo hoje para se vacinar como uma exceção, que retornem às suas casas logo em seguida”, completa.

Além dos idosos, os profissionais de saúde também fazem parte do primeiro grupo de prioridades na imunização, diferentemente das últimas edições da campanha de vacinação contra a gripe, quando crianças e mulheres grávidas têm prioridade.

Helio de Melo, 76 anos, foi um dos idosos atendidos no período da manhã de ontem. Ele destacou a necessidade de manter cuidados contra a gripe, evitando maior exposição à Covid-19. “Vim para me resguardar. A mim e aos outros, família e meus amigos. Importantíssimo”, disse.

Não leva sequer três minutos entre o motorista encostar o carro na faixa da direita, aguardar a vez do paciente e a conferência do nome e da idade pelos atendentes, e receber a aplicação da vacina. Tanto é que até ônibus também paravam para que passageiros fossem imunizados por profissionais de saúde que entravam nos coletivos.

“Até devido à solicitação do governo do estado e da Prefeitura do Recife para a população ficar em casa, o fluxo já diminuiu muito. A via está mais livre e a ação não influencia no tráfego, que está fluindo normalmente”, relatou o agente e instrutor de trânsito do Detran, Givanilson Tavares (Com reportagem de Diego Borges/Especial para o Diario)