AQUISIÇÃO » Testes de detecção devem aumentar

Publicação: 26/03/2020 03:00

A Secretaria Estadual de Saúde informou que tem “se esforçado para ampliar a testagem para a Covid-19 em Pernambuco”. Para isso, estão sendo adquiridos 50 mil testes, além de insumos como reagentes, para a doença, num investimento de aproximadamente R$ 5,9 milhões. Os kits de detecção são da técnica RT-PCR, indicada para pacientes no início dos sintomas (até 7 dias) e que analisa a presença do vírus ou parte dele na amostra coletada.

Do total de exames, 20 mil estão sendo adquiridos para o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE), referência estadual para esse tipo de testagem. Até o momento, o Lacen recebeu 1,2 mil testes do Ministério da Saúde e, desde o dia 13 deste mês, a equipe técnica do laboratório vem realizando as análises.

Outros 30 mil testes serão adquiridos por meio de uma parceria com o Laboratório de Imunopatologia Keizo Asami (Lika), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com a empresa Genômika - especializada em testes genéticos e imunológicos, para ampliar a capacidade do estado. A expectativa é que a empresa inicie os trabalhos até o fim desta semana.

“Em breve, teremos condições de processar cerca de 160 amostras biológicas por dia no Lacen. Estamos também em fase de contratação de laboratório privado para realização dos exames, o que pode aumentar para até 500 rodagens de testes por dia”, disse André Longo.