O dia do jeito que as crianças gostam Sete pontos do Recife receberam atividades de lazer ao ar livre e reuniram a criançada e familiares para celebrar o Dia das Crianças ontem

Larissa Ferreira
Especial para o Diario
local@diariodepernambuco.com.br

Publicação: 13/10/2021 05:45

O Dia das Crianças, no Recife, comemorado ontem, contou com diversas atividades de lazer, ao ar livre, que foram espalhadas em sete pontos distintos da cidade. A programação foi oferecida pela prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo e Lazer, e contemplou os bairros da Macaxeira, Santana, Boa Viagem, Ibura, Recife Antigo, Brasília Teimosa e Santo Amaro, estendendo-se das 14h às 17h.

A tarde contou com muita diversão e alegria, por parte da criançada e família. Chuva de bolas, barca, máquina de espuma de bola de sabão, pula-pula, escorrega, entre outros brinquedos, fizeram parte das atrações.

A mãe Nayara Maria, que estava curtindo as atividades do Parque da Macaxeira com a sua filha Júlia, de sete anos, falou da felicidade de poder proporcionar um Dia das Crianças mais alegre para a sua pequena. “É muito bom poder comemorar o dia de hoje dessa forma, até porque as crianças estavam se sentindo muito trancadas. Está sendo muito divertido”, ressaltou. A menina Júlia expressou sua alegria dizendo estar “muito feliz e animada”.

Fernando Bastos, proprietário da empresa de eventos que organizou, junto à prefeitura, a celebração desse dia tão especial, contou quais temas foram escolhidas para representar as atividades no Parque Urbano da Macaxeira e Parque Santana. “Optamos por trazer a temática da ‘água’ para o Parque da Macaxeira, trazendo brinquedos que lembrem esse elemento. Já no Parque Santana, o tema foi algo mais livre, mas não deixou de estar relacionado à aproximação das crianças aos elementos da natureza, no geral”, comentou.

Segundo mais informações fornecidas por Fernando, o Parque da Macaxeira contou com um total de 16 profissionais, que atuaram durante toda a programação, e o Parque Santana, com 7 profissionais.

A avó Maria Isabel, que estava presente no Parque Santana com seus netos, um menino de três anos e uma de cinco, revelou a felicidade das crianças em poderem celebrar o dia delas com tantas atividades, visto que, ano passado, em decorrência da pandemia da Covid-19, a maioria dos locais públicos estava fechado durante a data. “Eles ficaram muito alegres. Ficar dentro de casa trancado é muito complicado. Foi sendo bastante prazeroso”, afirmou.