NOVO PARQUE » Olinda ganhará um espaço para estudos e integração religiosa

Publicação: 05/08/2022 03:00

Um espaço de convergência e diálogo entre as mais variadas crenças, religiões e expressões daquilo que é considerado sagrado, em um ambiente ao ar livre, aberto a todos os públicos. Esta é a proposta do Parque das Religiões, um centro cultural que vai fazer parte das opções de turismo e lazer da Cidade Alta de Olinda. A iniciativa é fruto de parceria entre os Franciscanos, Universidade Católica de Pernambuco e Parque das Religiões, entidade da sociedade civil que reúne cientistas, intelectuais, professores, pesquisadores e pessoas de diferentes credos e profissões dedicadas à extensão e a atividades práticas dos estudos da religião.

Representantes das instituições parceiras do projeto irão firmar um acordo preliminar que vai desenvolver o estudo de viabilidade econômica. O evento de assinatura acontecerá no dia 10, às 10h, no Convento de São Francisco, com participação de grupos culturais e entrevista coletiva à imprensa. Em vez de pedra fundamental, os organizadores irão plantar um baobá, árvore sagrada para vários credos.

Com apoio do poder público e investimento de empresas privadas, o novo equipamento visa requalificar o Convento de São Francisco, o mais antigo do Brasil e que abriga a primeira biblioteca pública do estado, integrando as edificações do século 16 à área verde que faz parte do terreno de quase três hectares.

O projeto urbanístico, arquitetônico e paisagístico vai preservar aspectos naturais, inclusive com recuperação de passivos ambientais. O estudo de viabilidade econômica deve ficar pronto em até dois anos.

A proposta prevê a construção de tendas temáticas, além de espaços destinados a estudos, lojas, alimentação, auditórios, anfiteatro e biblioteca especializada com apoio de tecnologias digitais. Os ambientes serão montados de maneira a conduzir os visitantes por uma rede de trilhas que irá compor a experiência única de quem for ao local. O conjunto de tendas será planejado em harmonia com o ambiente natural e histórico da cidade.