SDS: R$ 25 milhões para equipar polícias Recursos são destinados a aprimorar a proteção e as condições de trabalho dos agentes. Anúncio foi feito na reunião do Pacto Pela Vida

Publicação: 05/08/2022 03:00

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Defesa Social (SDS), anunciou, ontem, o investimento de R$ 25 milhões em equipamentos para as forças de segurança. O montante é destinado à compra de 8 mil coletes balísticos de uso individual, além de mais de 5 mil pistolas das fabricantes Beretta e Glock e munições. O anúncio foi durante reunião do Pacto Pela Vida, na Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), que analisou os dados da criminalidade do Estado e apontou preliminarmente para uma queda nos indicadores criminais do mês de julho.

De acordo com o governador Paulo Câmara, a redução nos índices demonstra o empenho dos profissionais que integram as forças de segurança. “Tivemos uma avaliação positiva dos números de julho em relação à segurança pública do nosso Estado. As diretorias da Região Metropolitana, do Agreste e da Zona da Mata atingiram metas importantes na proteção dos cidadãos. Também vamos focar nas áreas onde essas metas não foram atingidas, para reduzir os homicídios e os crimes contra o patrimônio, garantindo a segurança efetiva do povo pernambucano”, ressaltou.

As estatísticas preliminares indicam uma redução de 7% dos homicídios no Estado em julho de 2022, no comparativo com o mesmo mês do ano passado. Esse foi o julho com menos mortes desde 2013. Considerando todos os meses da linha do tempo, também é o mais baixo índice de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) dos últimos dez anos, ficando acima apenas de agosto de 2013. Os índices de roubo também estão em queda, apontando preliminarmente para uma diminuição de 7% em julho deste ano, em comparação ao mês correlato de 2021.

Os detalhamentos e recortes dos dados criminais do mês passado serão divulgados no próximo dia 15.

SEGUNDO SEMESTRE
O secretário de Defesa Social, Humberto Freire, afirmou que os equipamentos anunciados serão entregues àao efetivo ainda no segundo semestre deste ano. “São armamentos reconhecidos internacionalmente como de ponta. Além disso, haverá acréscimo de 50% em relação ao quantitativo atual de coletes balísticos, visando a dotar cada profissional com seu equipamento individual, o que prolonga a vida útil do material. Isso é importante para a atividade desses policiais que, com o seu trabalho, têm contribuído para reduzir a criminalidade”, disse.

O secretário informou, também, que, em breve, será lançado o edital para aquisição de câmeras de videomonitoramento, que serão instaladas em vias públicas de todo o estado. O objetivo é sair de 400 para mais de dois mil equipamentos, que auxiliarão o policiamento e as investigações criminais.